sábado, 2 de novembro de 2019

author photo

Revista: Adélio teria recebido R$ 500 mil para “matar dr. Jair”
Colega de cela de Adélio, o iraniano Farhad Marvizi afirmou que o autor da facada fazia parte de uma facção criminosa
revista Crusoé divulgou nesta sexta-feira (01/11/2019) depoimento prestado por um suposto informante sobre o caso da facada dada por Adélio Bispo no então candidato à presidência Jair Bolsonaro. Colega de cela de Adélio, o iraniano Farhad Marvizi informou que, em conversa, o homem que tentou matar Bolsonaro em Juiz de Fora (MG) informou que teria recebido R$ 500 mil para “matar o dr. Jair” .
Marvizi afirmou que no mês de março se aproximou do autor da facada e que Adélio teria revelado que fazia parte de uma facção criminosa. O iraniano afirma que o acusado disse quem seria o mandante do crime e revelou quem tinha passado a informação de que Bolsonaro estava em Juiz de Fora.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA