quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

author photo
Em Brasília, pai é suspeito de sequestrar e matar o filho
Segundo a polícia, Paulo Roberto de Caldas Osório, que é funcionário do Metrô-DF, pegou o filho Bernardo, de 1 ano e 11 meses na escola em 29 de novembro e fugiu. Ele foi preso na Bahia e Polícia Civil procura pela criança.
Morador de Brasília de 45 anos é suspeito de matar o próprio filho, Bernardo, de 1 ano e 11 meses. Paulo Roberto de Caldas Osório, é concursado do Metrô-DF e teria assassinado a criança e, em seguida, fugido para a Bahia, onde acabou preso em Alagoinhas. As informações sobre a prisão e a confissão do assassinato do bebê são da Divisão de Repressão ao Sequestro (DRS), da Polícia Civil. O corpo da criança ainda não foi encontrado. As buscas estão sendo feitas na manhã dessa quarta-feira (4/12).
Paulo Roberto, que mora na 712 Sul, pegou o filho na escola em 29 de novembro, mesmo dia em que o menino deveria ser entregue à mãe. No entanto, o homem desapareceu com o garotinho. O suspeito só entrou em contato com a família materna da criança no último domingo (1º/12), afirmando que não o devolveria e que a polícia poderia ser acionada.
As buscas por Bernardo começaram no último domingo (1º/12). Uma amiga da família relatou ao Correio que, em mensagem para a mãe do menino, o homem teria avisado que no que dependesse dele, ninguém veria mais o menino. "Ele afirmou que a mãe e a avó entraram na Justiça para 'atrapalhar' a vida e, por isso, se vingaria, como tinha avisado", disse sob a condição de ter o nome preservado.
Nota
Procurada, a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) informa que Paulo Roberto Osório é empregado da empresa e não comentará o assunto, uma vez que os fatos narrados não se relacionam com suas atividades na Companhia.

*Estagiária sob a orientação de Adriana Bernardes.
your advertise here

Este post tem 0 Comentários

Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA