Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

GDF entrega 132 apartamentos no Sol Nascente/Pôr do Sol

GDF entrega 132 apartamentos no Sol Nascente/Pôr do Sol Na manhã deste sábado (14), 131 famílias receberam das mãos do governador Ibaneis ...


GDF entrega 132 apartamentos no Sol Nascente/Pôr do Sol
Na manhã deste sábado (14), 131 famílias receberam das mãos do governador Ibaneis Rocha a chave das residências na Quadra 700 Sol Nascente/Pôr do Sol.
Noeli Português, 26 anos, estava contando os dias em que se mudaria com a família para o novo apartamento. Ela é casada com o motoboy Leonardo Português, 38 anos, com quem tem quatro filhos, de 4, 6, 10 e 12 anos. Na manhã deste sábado (14), a dona de casa e mais 131 famílias receberam das mãos do governador Ibaneis Rocha a chave das residências na Quadra 700 Sol Nascente/Pôr do Sol.
“Essa casa tem um significado muito importante para nós. Estamos muito felizes. É um sonho realizado. Agora podemos dizer que temos o nosso lar, e que não vamos mais pagar aluguel”, comemora Noeli.
As unidades do empreendimento Parque do Sol são fruto de uma política habitacional baseada em abordagem humanitária da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab-DF), que oferece residências com ampla infraestrutura e acessibilidade.
O governador agradeceu a todos os envolvidos no projeto e destacou que junto com os órgãos do governo estão fazendo um trabalho para garantir moradias para a população.
“Essa é a nossa missão. Ainda vamos entregar 60 mil casas e regularizar mais 300. Temos hoje no DF 40 mil moradias contratadas e vamos contratar mais 20 mil. Isso está sendo feito com muita dedicação para melhorar a vida de cada uma dessas pessoas”, ressaltou.
Ainda de acordo com o chefe do Executivo local, para o próximo ano, a previsão do governo é que todos os moradores tenham asfalto, água, luz, saúde, escola, creche, delegacia, batalhão da PM.
“Vamos acabar com essa história de que o Sol Nascente/Pôr do Sol é largado”, garantiu.
A estudante aprovou o local ao conhecer a nova moradia e também a região onde vai morar. “Gostei muito. São três quartos e o banheiro é grande. A casa é muito bonita. Meu filho está todo animado. Morar no que é da gente é muito melhor, com certeza”, confessou. São 14 prédios com 308 unidades habitacionais, de 48m² e 60m².
O marido da dona de casa, Leonardo, presta serviços para um comércio em São Sebastião e recebe de R$ 3 a R$ 5 por entrega. A família morava de aluguel na mesma região e pagava R$ 600,00 pela estadia. “Era muito difícil pagar esse valor porque a nossa única renda é o salário do meu marido”, contou.
Ação
A ação é voltada para famílias com renda bruta de até 12 salários mínimos. Esta primeira etapa beneficiou pessoas idosas, deficientes, vulneráveis e provenientes de realocação, conforme determinam os critérios da Lei nº 3.887/06.
Natural da Bahia, Noeli se mudou para Brasília aos 15 anos com o marido em busca de uma vida melhor. Em 2010, fizeram a inscrição na Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab). A partir daí, foram muitas tentativas e sonhos frustrados de serem contemplados com a tão sonhada casa própria.
“Quando nos inscrevemos no programa, não entendíamos como funcionava o processo. Fomos contemplados uma vez, mas perdemos o prazo para levar a documentação. Depois surgiu a oportunidade de um lote, mas havia um erro no cadastro. Só agora deu certo”, conta. Agora, o valor que era destinado para o aluguel será investido na faculdade de Noeli.
Sinal verde
O presidente da Codhab, Wellington Luiz, lembra que quando o GDF assumiu a gestão a obra estava parada. “O governador deu sinal verde para a gente desenrolar. São cerca de mil pessoas que serão beneficiadas. O restante das unidades serão entregues no próximo ano”, explicou.
O residencial foi construído seguindo os critérios de segurança e acessibilidade que a Codhab-DF determina. Algumas unidades térreas foram entregues com barras de acessibilidade nos banheiros, garantindo aos moradores mais segurança, qualidade de vida e satisfação. Além das obras de habitação, foram realizadas ações de infraestrutura, como água, esgoto, drenagem de águas pluviais, energia e iluminação pública.
“Tivemos muita dificuldade de ter água, luz, asfalto, entre outras coisas. Mas hoje temos um governo que está preocupado com a população. Sabemos que no nosso país há muitas obras que estão largadas, mas o governador Ibaneis Rocha se preocupa. Aqui não é somente dar um apartamento, mas sim dignidade para esse povo”, lembrou o administrador da região, Goudim Carneiro.

Com informações da Agência Brasilia

Nenhum comentário