domingo, 1 de dezembro de 2019

author photo
FOTO: DIVULGAÇÃO
O Flamengo de Jorge Jesus deixou lições que podem, sim, revolucionar o futebol brasileiro e mudar completamente seu rumo. O Mister, como é carinhosamente chamado, provou com todo seu perfeccionismo e fome de vitórias que é possível realizar coisas no Brasil consideradas, até então, inviáveis e até impossíveis. Claro que para alguns esse preceito parece não ter causado muito efeito. Em seu último jogo, contra o Fluminense, o técnico Mano Menezes escalou um time reserva visando poupar seus jogadores para o confronto contra a equipe carioca – já campeã e sem nenhum tipo de pressão, considerando que seu principal foco é, agora, o Mundial de Clubes. Não satisfeito apenas com a derrota em campo, o comandante alviverde ainda disse que o Rubro-Negro, que também atuou com time misto diante do Ceará, foi escalado sem força máxima pelo mesmo motivo, declaração criticada por Raphael Rezende.
– O futebol brasileiro tem novas verdades, pois o Flamengo mudou o patamar. É um Palmeiras que não pode brigar nem pelo vice com esse futebol apresentado. O Mano Menezes ainda falou que o Palmeiras e o Flamengo se importam com este jogo e por isso pouparam. O Flamengo acabou de jogar uma final de Libertadores, cara. É rachar com a realidade, é tratar o torcedor como bobo -, disse durante o programa ‘Troca de Passes’, dos canais SporTV.
O jornalista desaprovou, ainda, a decisão da CBF por torcida única neste clássico entre paulistas e cariocas. Lembrando que o Ministério Público e a Polícia Militar de São Paulo aconselharam que a partida fosse realizada apenas com torcedores paulistas devido ao ”risco” de problemas entre os envolvidos no clássico. A entidade máxima do futebol, juntamente com o STJD, acataram a recomendação.
– Parece que não houve proibição, mas apenas uma recomendação. É um precedente muito perigoso. Você vai começar a ter um Campeonato voltado para as torcidas locais. O Palmeiras não se posicionou. É óbvio que são rivais, mas enquanto não entenderem que o produto é um só, vamos continuar remando para trás -, julgou.
O reencontro entre as equipes está marcado para hoje, primeiro dia de dezembro, às 16h, em São Paulo. Sem respeitar a lei da reciprocidade, o clássico, infelizmente, contará com torcida única.

your advertise here

Este post tem 0 Comentários

Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA