Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Menino que teve 99% do corpo queimado é transferido de hospital

Menino que teve 99% do corpo queimado é transferido de hospital Alex Sandro, 4 anos, foi levado do Hospital de Base para o Hospital da Crian...


Menino que teve 99% do corpo queimado é transferido de hospital
Alex Sandro, 4 anos, foi levado do Hospital de Base para o Hospital da Criança de Brasília. Garoto segue em coma induzido

O menino de 4 anos vítima do incêndio que destruiu uma casa na Cidade Estrutural no último dia 18 foi transferido para o Hospital da Criança de Brasília (HCB), onde permanece internado em coma induzido. Alex Sandro Pereira (foto em destaque) estava sob cuidados médicos na unidade de terapia intensiva (UTI) pediátrica do Hospital de Base do Distrito Federal (IHBDF) após ter 99% do corpo queimado pelo fogo.
Segundo a mãe da Alex, Marlene Pereira da Silva, 37 anos, o estado de saúde do filho continua grave. “Ele está fazendo hemodiálise e ainda está enfaixado. Mas estava muito inchado antes e agora já desinchou totalmente, graças a Deus. É o que os médicos falam: um dia de cada vez”, afirmou a empregada doméstica.
Esperançosa, Marlene, que tirou férias do emprego para passar os dias com o filho no hospital, acredita que logo estará com o pequeno em casa novamente. “Estou torcendo muito. Estou sempre com ele agora. Meu filho vai conseguir. Tenho fé em Deus”, disse. “Quando eu voltar de férias, vou trabalhar em dobro para poder ajudá-lo. Mas ele vai sair dessa”, reforçou.
Além de Alex, duas pessoas ficaram feridas por causa das chamas. Samuel Pereira, 20, teve queimaduras nos pés. A mãe de Samuel, a dona de casa Maria de Lourdes Pereira Barbosa, 64, inalou muita fumaça e segue internada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), respirando com a ajuda de aparelhos.
Maria de Lourdes e Samuel moram no imóvel. Ela é amiga de Marlene e madrinha de Alex. Marlene deixava o filho na casa da Maria de Lourdes para ir trabalhar e o pegava no final do dia.
De acordo com a filha de Maria de Lourdes, Eliane Pereira, 34, nesta quinta-feira (26/12/2019), a dona de casa realizou uma tomografia e aguarda resultados para saber se teve evolução em seu estado de saúde. “Ela está tomando antibióticos, mas ainda não pode sair do oxigênio. Colocamos nas mãos de Deus agora”, disse a vendedora.
Menino que teve 99% do corpo queimado é transferido de hospital
Abrir em Tela Cheia


Paredes com a marca das chamasThiago S. Araújo/ Especial para o Metrópoles

Casa incendiada na Cidade EstruturalThiago S. Araújo/ Especial para o Metrópoles

O imóvel sofreu muitos danosThiago S. Araújo/ Especial para o Metrópoles

Casa onde a família mora Thiago S. Araújo/ Especial para o Metrópoles

Eliane Pereira Thiago S. Araújo/ Especial para o Metrópoles

Situação após o incêndio Thiago S. Araújo/ Especial para o Metrópoles

Samuel Pereira Thiago S. Araújo/ Especial para o Metrópoles


Casa incendiada na Cidade Estrutural Thiago S. Araújo/ Especial para o Metrópoles
Novos móveis
Após o incêndio, os vizinhos se mobilizaram para ajudar a família. Maria de Lourdes morava na residência há cerca de 25 anos e perdeu quase todos os bens. Após a ação da vizinhança, os filhos já receberam novos móveis e cestas básicas.
“Nos deram dois fogões, uma cama, uma cômoda e cestas básicas. E agora estou começando acompanhamento com psicólogo no Hran para ajudar minha mãe também”, contou Eliane.
Quem quiser ajudar a família pode contatar Eliane por meio do número (61) 99551-4765. “O que puderem doar é bem-vindo”, disse ela.

Nenhum comentário