Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Meta é privatizar CEB até abril, diz Ibaneis

O governador Ibaneis Rocha afirmou que a intenção é sacramentar a privatização da Companhia Energética de Brasília (CEB) até março ou abri...

O governador Ibaneis Rocha afirmou que a intenção é sacramentar a privatização da Companhia Energética de Brasília (CEB) até março ou abril de 2020. Segundo o emedebista, o GDF cumprirá todos os ritos com responsabilidade, mas a intenção é acelerar o processo. As declarações foram feitas durante reunião com o Grupo de Líderes Empresariais (Lide) Brasília no início da tarde desta quinta-feira (13/12).
Ao falar para empresários, o governador destacou as propostas de privatização como um ponto importante para o desenvolvimento econômico do DF e ressaltou o crescimento da capital. “Ninguém teve coragem de enfrentar isso antes”, disse Ibaneis.
“Segurança jurídica e credibilidade são as grandes palavras desse governo. Estamos trabalhando para isso”, declarou Ibaneis. Ele destacou a cheggada de novas empresas ao DF. “Brasília vai passar por um boom de desenvolvimento e isso vem por causa de um trabalho feito por uma equipe. Quem não acreditar em Brasília vai perder tempo e oportunidade.”
Presidente do Lide, o empresário Paulo Octávio elogiou ações do governo e afirmou que o cenário é de otimismo. “Brasília tem menor inflação do país e maior crescimento. Isso mostra que a economia está andando. Estamos sentindo maior segurança jurídica, a burocracia reduzindo, houve o fim do Difal. A coisa está indo para Brasília ter o que merece”, comentou.
No evento, Ibaneis também agradeceu a atuação da bancada distrital no Congresso Nacional em defesa da capital contra ações feitas contra o DF. O emedebista também teceu elogios à equipe do governo local. “Sem equipe não tem técnico que possa resolver”, declarou.
Fazendo um balanço do primeiro ano à frente do Buriti, o governador também destacou melhorias na saúde e na segurança. “Na Saúde, não estamos no ideal, mas já avançamos muito”, disse. “Na Segurança, assumimos o governo com uma guerrilha entre polícia militar e civil e estamos conseguindo aos poucos pacificar”, acrescentou.
A infraestrutura foi outro ponto ressaltado pelo governador no discurso. Segundo ele, os buracos da cidade foram tapados e a intenção é que o DF até 2022 toda a cidade esteja iluminada com lâmpadas de LED, além dos investimentos em obras. “Temos um conjunto de realizações já feitas, mas temos muito mais a oferecer”, assegurou.
Reajustes
O governador também comentou o grande volume de projetos aprovados pela Câmara Legislativa nas últimas sessões do ano. O emedebista elogiou a atuação dos parlamentares e comentou a emenda ao orçamento do distrital Fábio Felix (PSol) que prevê o pagamento da terceira parcela do reajuste. Segundo Ibaneis, a possibilidade será avaliada com paciência. “Precisaremos fazer uma análise comparativa com a decisão que está para sair do Supremo Tribunal Federal (STF) para ver qual o grau de legalidade dessa emenda”, afirmou.
Entre as iniciativas destacadas pelo governador estão a liberação para que o Instituto de Gestão Estratégica da Saúde (IGES-DF) construa novas UPAs e o aval para o Desenvolve-DF, que reformula o antigo Pró-DF e oferece incentivos ao empresariado.
“O Desenvolve é um projeto que Brasília clamava há muito tempo. Os programas que foram feitos ficaram abandonados e desvirtuados e agora nós temos um instrumento legislativo capaz de regularizar o que ficou no passado e também pensar a cidade para o futuro com novos polos de desenvolvimento”, argumentou.

Nenhum comentário