Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

PCDF deflagra Operação Moustache

A Polícia Civil do Distrito Federal, por meio da Coordenação de Repressão às Drogas/Divisão de Repressão às Drogas II, após meses de inves...

A Polícia Civil do Distrito Federal, por meio da Coordenação de Repressão às Drogas/Divisão de Repressão às Drogas II, após meses de investigações para combater o tráfico interestadual de haxixe, cocaína e cigarros eletrônicos com altíssimo teor de THC, deflagrou, nessa quarta-feira (4), a Operação Moustache.
A ação resultou no cumprimento de dois mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva em desfavor de um homem, de 29 anos. Ele é acusado de vender drogas no DF e para traficantes e usuários de outros estados.
De acordo com as investigações, o jovem de classe média alta realizava as negociações das drogas por meio do aplicativo Whatsapp e, em certas ocasiões, realizava a remessa pelos Correios. “Além disso, o autor tinha em casa uma arma de fogo registrada em nome de terceiro”, conta o delegado Rogério Henrique Oliveira, coordenador da CORD.
Durante a abordagem, os policiais encontraram uma porção de haxixe com o traficante e também foram cumpridos mandados de busca e apreensão na residência do investigado.
No local, foram apreendidos: 100g de haxixe; 20g de cocaína; dez cigarros eletrônicos de maconha; 25 refis de cigarro eletrônico com essência e altíssimo teor de THC; comprimidos de ecstasy e uma de fogo tipo revólver, calibre .38, com quatro munições intactas; uma balança de precisão; rolo de papel filme transparente; embalagens plásticas para acondicionar drogas; tesoura; faca; celulares; notebook; bloco de anotações; agenda de contatos e um veículo utilizado pelo traficante
“A variedade, tipagem e o alto custo das drogas demonstram a influência desse traficante em áreas nobres de Brasília, onde eram comercializavas, com destaque para os cigarros eletrônicos de maconha e os refis com essências, todos cotados em dólar”, destaca o coordenador Rogério Henrique Oliveira.
O homem foi autuado pelos crimes de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo. Após as medidas legais, ele foi recolhido à carceragem da PCDF, onde permanece à disposição da Justiça.
Assessoria de Comunicação/DGPC
#PCDFagora
PCDF, excelência na investigação

Nenhum comentário