Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Jacaré é flagrado 'se refrescando' no Deck Sul do Lago Paranoá

Jacaré é flagrado 'se refrescando' no Deck Sul do Lago Paranoá O animal foi visto na altura do Deck Sul, ao lado da Ponte das Garç...


Jacaré é flagrado 'se refrescando' no Deck Sul do Lago Paranoá
O animal foi visto na altura do Deck Sul, ao lado da Ponte das Garças.
Um jacaré foi flagrado "se refrescando" no Deck Sul do Lago Paranoá, ao lado da Ponte das Garças, nesta quinta-feira (9/1). O animal é da espécie tinga, pode chegar a 2,5 metros e se alimenta de peixes, pássaros, pequenos anfíbios e mamíferos. No momento do flagrante, o jacaré estava com um peixe na boca.
Apesar de assustar algumas pessoas, a aparição de animais silvestres nas águas do Lago Paranoá é comum. Frequentemente, jacarés são encontrados no local durante treinamentos do Corpo de Bombeiros e rondas do Comando de Policiamento Ambiental (CPAM). Segundo o major Souza Júnior, nesses casos, equipes de resgate só são acionadas se o animal estiver em perigo ou oferecer risco à vida humana.
"O animal está no habitat natural dele, então, nesse caso, não é necessário resgate, a não ser que ele esteja ferido ou que ofereça risco a alguém", explica o militar. Segundo ele, as principais espécies que existem no lago são o jacaré de papo amarelo e o tinga, ambos inofensivos.
No entanto, alerta o major, é importante ter alguns cuidados e evitar incomodar o animal. "Não o alimente e, de forma alguma, tente tocar ou se aproximar de um jacaré, tanto para a segurança do bicho, quanto do banhista", avisa. Não existem relatos de ataques do animal em Brasília.
Caso algum banhista aviste um jacaré enquanto pratica esportes no Paranoá, o ideal é manter distância. O Batalhão Ambiental da PM só deve ser acionado se o animal estiver machucado ou oferecer risco às pessoas.
O jacaré tinga é a espécie mais comum no Distrito Federal. Eles têm hábitos noturnos e costumam colocar de 14 a 40 ovos por ano.
Galeria de fotos: animais no Lago Paranoá.

Nenhum comentário