Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Pai e filho foragidos por assassinato de Sargento da PMDF

Edvaldo Alves Pereira foi morto na noite de 21 de agosto, na região de Novo Gama (GO). A polícia divulgou as fotos dos acusados para ajudar ...


Edvaldo Alves Pereira foi morto na noite de 21 de agosto, na região de Novo Gama (GO). A polícia divulgou as fotos dos acusados para ajudar na localização

O Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) do Novo Gama (GO) concluiu as investigações acerca do assassinato do primeiro-sargento da reserva da Polícia Militar do DF (PMDF) Edvaldo Alves Pereira e indiciou duas pessoas, pai e filho, que estão foragidas da polícia. O crime ocorreu na noite de 21 de agosto, no município goiano.

Na noite do crime, o militar aposentado estava em uma distribuidora da cidade. Ao sair com o próprio veículo, ele se deparou com uma discussão na rua. “A briga envolvia uma pessoa que ele conhecia. Então, a vítima desceu do carro e interferiu na discussão. Para cessar a briga e evitar agressões físicas, ele teria sacado a arma e efetuado um disparo para o alto. Após isso, entrou novamente no veículo e saiu”, detalhou o delegado-titular do GIH/Genarc, Danillo Martins, ao Correio.

De acordo com a apuração policial, o suspeito que estava participando da confusão, Josimar Ferreira da Silva, 47 anos, teria ficado indignado com a atitude do policial e o ameaçou dizendo que iria matá-lo. O homem, então, foi em casa e saiu com o filho, Gabriel Ferreira Breda, 23. Cada um teria saído em um carro, um Gol e uma Savero, segundo a polícia. “Os dois foram em busca da vítima e a localizaram em um churrasquinho. Eles se aproximaram do militar, pegando ele de surpresa, e efetuaram, ao menos, três disparos de arma de fogo, que atingiram a cabeça e o tórax”, ressaltou o delegado.

Após cometerem o crime, pai e filho teriam fugiram da região. A PCGO representou pela prisão preventiva dos dois e divulgou as fotos dos acusados para ajudar na captura. A polícia pede que, quem souber o paradeiro dos suspeitos, ligue para o número 197, da Polícia Civil, ou diretamente na delegacia de Novo Gama, pelo número (61) 3614-2784.



Nenhum comentário