Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Publicidade

Últimas notícias

latest

A volta de um cartão-postal

A volta de um cartão-postal Reaberto oficialmente no início do mês, Mirante da Torre de TV retoma seu lugar no imaginário da cidade, benefic...


A volta de um cartão-postal
Reaberto oficialmente no início do mês, Mirante da Torre de TV retoma seu lugar no imaginário da cidade, beneficiando também o comércio ao redor
Além de ser um símbolo turístico de Brasília, a Torre de TV sempre esteve presente na rotina da população como um destino recomendado para programas de família, principalmente nos fins de semana. A visitação ao famoso mirante do local esteve suspensa nos últimos três anos, mas desde o início deste mês voltou a fazer parte do cronograma dos visitantes e turistas, beneficiando todo o complexo ao redor do cartão-postal.

A reabertura oficial do mirante ocorreu no dia 1º, em cerimônia que teve a participação do governador Ibaneis Rocha. Desde então, mais de 3,6 mil pessoas puderam aproveitar a vista única do alto da Torre – o que resultou em uma média de 400 visitantes por dia. O local foi completamente restaurado pelo BRB, que gere todo o complexo. A visitação é gratuita e ocorre de quarta-feira a domingo, das 12h às 18h.
400 visitantesé média diária, após a reabertura do local

Nesta primeira fase de operação no mirante, algumas regras foram impostas, conforme os protocolos de segurança sanitária adotados em combate ao coronavírus. A ocupação máxima do elevador é de quatro pessoas por vez, podendo aumentar caso o grupo seja formado por membros da mesma família. Para evitar aglomerações, o número total de visitantes que podem ficar ao mesmo tempo no mirante varia de 12 a 15 pessoas, e o tempo máximo de permanência no local é de 10 minutos.

Vista panorâmica

A família de Manuel da Luz Nogueira, 62 anos, foi a primeira a visitar o mirante neste domingo (18). Natural do Tocantins, o aposentado vive no DF há mais de 50 anos, e há pelo menos duas décadas não visitava a Torre de TV. “Fico muito alegre de estar aqui novamente”, comemorou. “O trabalho de revitalização me surpreendeu, gostei bastante do que vi”.

Filha de Manuel, a estudante Carolina Alves, 30 anos, também elogiou a nova estrutura do mirante da Torre. “Achei ótima, me senti muito segura”, relata. Quem não escondia a felicidade de estar ali em cima era a pequena Ayla, de 4 anos, neta do aposentado. Com um sorriso estampado de quem aprovou a sua primeira visita ao local, ela não pensou duas vezes ao contar o que mais gostou de ter visto da paisagem ao redor da Torre: “O parque de diversões”.

Mais visitantes, mais comércio

A reabertura do mirante é uma das etapas mais importantes do processo de renovação do complexo da Torre de TV, pois traz um importante fator para os comerciantes da Feira de Artesanato: o aumento no fluxo de visitantes. Desde a retomada das visitações, os feirantes já notaram benefícios para o comércio no local.A comerciante Clarice Marinho comemora: “Melhorou bastante o movimento depois da reabertura do mirante”

“Não tenho o que reclamar das vendas”, afirma Clarice Cristina Marinho, 72 anos, há duas décadas dona de um quiosque na Feira da Torre. “Melhorou bastante o movimento depois da reabertura do mirante; tem mais gente visitando a feira”, disse a cearense de Fortaleza que abraçou o DF como lar nos últimos 40 anos.

Na famosa praça de alimentação, local que celebra a gastronomia de diversos estados brasileiros, os comerciantes reiteram a boa impressão das últimas semanas. O casal Flávio Barbosa e Clelsa Pinheiro, responsável por um tradicional quiosque de comida baiana no local, registra a recuperação em diversos aspectos do negócio. “Melhoramos em 80% nossas vendas e notamos também um aumento no fluxo de turistas”, afirma Flávio. Animados com o movimento, eles estenderam em duas horas o tempo de funcionamento de seu comércio.

Melhor do que a encomenda

O levantamento do número de visitantes que o mirante da Torre recebeu desde sua reabertura impressionou inclusive a administração do complexo. “Até superou nossas expectativas”, afirma a gerente de patrimônio cultural do BRB, Ludmila Paranhos. “Considerando a pandemia, a gente esperava um movimento menor, principalmente durante a semana. Por causa disso, incluímos também a quarta-feira na programação, pela alta demanda e também como uma forma de aliviar o fluxo do fim de semana”.

O resultado do trabalho de restauração de um dos mais conhecidos e destacados cartões-postais da cidade também norteia as estratégias e os planos para o novo complexo cultural da Torre de TV. “É um orgulho muito grande devolvermos isso para a população”, comemora Ludmila.


Informações Agência Brasília 

Nenhum comentário