Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Famoso em Ceilândia, cabeleireiro João de Deus é uma das vítimas de tiroteio

Famoso em Ceilândia, cabeleireiro João de Deus é uma das vítimas de tiroteio João de Deus, 55 anos, e o sobrinho Ildemar Alves de Almeida, 5...


Famoso em Ceilândia, cabeleireiro João de Deus é uma das vítimas de tiroteio
João de Deus, 55 anos, e o sobrinho Ildemar Alves de Almeida, 52, foram assassinados a tiros em frente a um mercado, na QNP 36 de Ceilândia. Polícia procura suspeitos

Parentes e amigos vivem momentos de angústia e apreensão para saber o motivo do assassinato de João de Deus, 55 anos, em Ceilândia. O cabeleireiro, famoso na região pelo trabalho que exercia no ramo da beleza, foi morto a tiros, na madrugada deste domingo (25/10), na QNP 36 do P Sul. O crime aconteceu em frente a um mercado. O sobrinho dele Ildemar Alves de Almeida, 52, também foi atingido e não resistiu aos ferimentos.

Jeice Marques, 26, sobrinha de João de Deus, diz que a família está inconsolável. "É um momento bem difícil para todos nós, porque ele era muito querido. Pelos filhos, pelo netinho, pela mulher e, principalmente, pelos clientes. A história dele é de superação, e vai ficar marcada para sempre", lamentou a jovem.

Nascido em Minas Gerais, João mudou-se para Brasília ainda jovem, em busca de uma vida melhor. No DF, chegou a trabalhar como cobrador de ônibus e camelô, mas foi no mercado da beleza que se encontrou. Com mais de 30 cursos no currículo, o cabeleireiro ficou em terceiro lugar no Prêmio Aneethun, competição que reuniu mais de 230 profissionais da beleza. "A história dele é única. Era uma pessoa de superação, de incentivo à vida. Sua limitação não era desculpa para ele. Sempre foi muito alegre, um pai que amava a família", contou Jeice.

João nasceu com uma deficiência genética e, por isso, só um dos braços dele se desenvolveu. Em um grupo de moradores de Ceilândia, clientes de João de Deus lamentaram a morte do profissional. "Com muito pesar, venho informar que foi confirmado o falecimento de um dos melhores cabeleireiros do P Sul. Essa madrugada, em um tiroteio, o Joãozinho (...) veio a óbito", escreveu uma das participantes do grupo.
Investigação

Trabalho de João era conhecido entre moradores de Ceilândia(foto: Arquivo pessoal)

Na noite do crime, João e Idelmar saíram de casa para ir a um estabelecimento próximo. De acordo com as investigações, suspeitos passaram em um carro vermelho, atiraram na direção dos dois e, em seguida, fugiram do local.

Segundo o Corpo de Bombeiros, os dois foram atingidos na perna e levados para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC), mas não resistiram aos ferimentos. A família só recebeu informações sobre o fato na manhã deste domingo (25/10), depois de ir à delegacia.

João de Deus deixa cinco filhos e um neto, de 1 ano e 10 meses. O caso é investigado pela 23ª Delegacia de Polícia (P Sul).

Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário