Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Publicidade

Últimas notícias

latest

Inelegível e sem apoio do partido, Wellington Baiano pode desistir de candidatura

Candidato foi alvo de condenação por improbidade administrativa que, entre outras sanções, suspendeu seus direitos políticos por cinco ano...

Candidato foi alvo de condenação por improbidade administrativa que, entre outras sanções, suspendeu seus direitos políticos por cinco anos


Ex-prefeito de Itaberaí, Wellington Baiano | Foto: Reprodução

O candidato a prefeito de Itaberaí, Wellington Baiano (MDB), teve seu pedido de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral. Ele tentava garantir a situação de elegibilidade, o que foi negado pela magistrada Laura Ribeiro. Na decisão, a juíza aponta que o candidato foi alvo de condenação por improbidade administrativa que, entre outras sanções, suspendeu seus direitos políticos por cinco anos. A suspensão vai até dezembro de 2022.

Na decisão, a juíza cita a ausência de condição de elegibilidade do candidato, em virtude da suspensão dos direitos políticos nos autos da Ação de Improbidade Administrativa; a constatação de causa de inelegibilidade do candidato, devido à rejeição de suas contas, pelo Tribunal de Contas da União; e, ainda, a anulação da convenção realizada pelo Diretório/Órgão Provisório Municipal do MDB de Itaberaí, por decisão proferida pelo Diretório Nacional do referido partido político, no que tange à escolha do candidato para concorrer nas eleições Municipais de 2020 no Município de Itaberaí.  

E segue: “Julgo procedentes as impugnações ao registro de candidatura deduzidas pela Coligação Um Novo Olhar (PRTB, PL, PSL, PSDB, Podemos, Republicanos e Pros) de Itaberaí e pelo Ministério Público Eleitoral e indefiro o pedido de registro de candidatura de Welington Rodrigues Da Silva, para concorrer ao cargo de prefeito, com o número 15, no município de Itaberaí”.

Com isso, seguem na disputa: Dr. Ricardo Calil (PSD), Janayna (PSC) e Wagner Ribeiro (Patriota). Ao Jornal Opção, Wellington Baiano afirmou que definirá nesta segunda-feira, 26, se tentará reverter a decisão em outra instância, mas avalia que a viabilização de sua candidatura tornou-se bastante difícil sem o apoio do partido.

Fonte: Jornal Opção


 

Nenhum comentário