Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Publicidade

Últimas notícias

latest

MCTI anuncia remédio para tratamento da covid-19

MCTI anuncia remédio para tratamento da covid-19 Pesquisadora responsável afirmou que foi possível evidenciar “a capacidade do medicamento d...


MCTI anuncia remédio para tratamento da covid-19

Pesquisadora responsável afirmou que foi possível evidenciar “a capacidade do medicamento de reduzir a carga viral sem danificar a células”

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Marcos Pontes, junto ao presidente Jair Bolsonaro, apresentou, no início da tarde desta segunda-feira (19), os resultados positivos de estudo inédito feito como o medicamento nitazoxanida contra o novo coronavírus. Foram testado mil voluntários pela iniciativa, que foi implementada na Atenção Primária.

Os estudos foram feitos, por exemplo, em 500 voluntários do Distrito Federal e o próprio ministro foi voluntário após ser contaminado pelo vírus. O então secretário de Saúde do Distrito Federal, na época do anúncio do estudo, em julho deste ano, Francisco Araújo, afirmou que “este é um momento de esperança”. “Uma pandemia pode ser comparada tranquilamente a uma guerra. Cada profissional da saúde tem dedicado sua vida para proteger outras vidas, porque no caso do trabalhador da saúde, a gente não pode se furtar de ir ao hospital, de ir à uma UBS, de frequentar o nosso espaço para proteger as pessoas”, disse.
Segundo o ministro Marcos Pontes, “a ciência é a única arma que temos para combater o vírus”. “Foi um trabalho incansável de cientistas, que testaram mais de 2 mil medicamentos desde fevereiro”, explicou. Segundo o ministro, o medicamento, nos testes por inteligência artificial, apresentou 94% de eficácia. O resultado foi atingido em tempo recorde, com cerca de quatro meses.

“Com a redução da carga viral, isso significa que reduz o contágio e diminui a possibilidade de aumentar os sintomas, ir ao hospital e acabar falecendo. […] Agora a gente pode ajudar a reduzir o problema”, explicou. “Estamos anunciando algo que pode mudar a história desta pandemia”, complementou.
“Ele não pode ser usado para realizar prevenção, mas funciona para redução da carga viral”, ministro Marcos Pontes
O presidente Jair Bolsonaro, também presente na cerimônia, ressaltou a importância dos estudos feitos pela equipe do ministro Pontes e parabenizou a parceria entre Saúde, Ciência e Tecnologia e a equipe econômica para o combate à pandemia. “Fizemos a coisa certa”, afirmou o presidente. “Todos nós trabalhamos de formas unidas, ombreados, buscando soluções para os problemas do Brasil. Não temos medo de nos expor, enfrentar desafios, receber críticas”, complementou.
Estudo

Patrícia Rocco, coordenadora do estudo “Terapia precoce da nitazoxanida em pacientes com covid-19”, afirmou que foi possível evidenciar “a capacidade do medicamento de reduzir a carga viral sem danificar a células”. Ela explica que os 1.575 voluntários foram divididos, aleatoriamente, entre aqueles que receberiam o remédio e aqueles que receberiam o placebo. Sete centros de saúde participaram da avaliação dos resultados antes de serem encaminhados ao centro de vacinas.

Os pacientes eram acompanhados, de forma remota, até sete dias após a terapia “A nitazoxanida acarretou ao final da terapia redução significativa da carga viral e maior número de pacientes com resultado negativo para o Sars-Cov-2”, afirmou.

A nitazoxanida é uma medicação de baixo custo e ampla distribuição nacional, podendo ser utilizada sem internação, e, segundo Rocco, na quantidade utilizada, não apresenta consequências. O artigo com o estudo completo será publicado em revista internacional.

Nenhum comentário