Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Ônibus da Mulher reforça o Outubro Rosa em Ceilândia e Samambaia

  Ação leva serviço médico para prevenção de câncer de mama em mulheres de 50 a 69 anos Hospital de Base iniciou mutirão médico para zerar f...

 

Ação leva serviço médico para prevenção de câncer de mama em mulheres de 50 a 69 anos


Hospital de Base iniciou mutirão médico para zerar fila de 55 mulheres que aguardam por cirurgias ou solução para outros problemas | Foto: Iges-DF


Para detectar e prevenir o câncer de mama em mulheres de 50 a 69 anos de idade, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) levou para as unidades de pronto atendimento (UPAs) da Ceilândia e de Samambaia nesta segunda-feira (5) dois consultórios de atendimento móvel, o chamado Ônibus da Mulher.

A ação faz parte da programação da campanha Outubro Rosa, promovida pela SES-DF em parceria com o Instituto de Gestão Estratégia de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), a Secretaria da Mulher e a Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Hoje também começou no Hospital de Base (HB) um mutirão médico para zerar a fila de 55 mulheres que aguardam por cirurgias para retirada de câncer de mama e câncer ginecológico, além de pacientes com doenças relacionadas a nariz, garganta e ouvidos. Com mais de 50 profissionais, a força-tarefa atuará até o final deste mês, integrando a programação do Outubro Rosa.

Prevenção

A superintendente de Atenção Pré-hospitalar do Iges-DF, Nadja Carvalho, explicou que os exames preventivos são realizados no Ônibus da Mulher. As pacientes com suspeitas de câncer de mama serão encaminhadas para exames no Hospital de Base ou no Hospital Regional de Santa Maria, ambos administrados pelo instituto.

“As nossas unidades estão prontas para prestar atendimento com qualidade a essas pacientes”Paulo Ricardo Silva, diretor-presidente do Iges-DF

Com esse procedimento, as instituições envolvidas na campanha pretendem retomar o atendimento preventivo contra o câncer de mama, que foi prejudicado por causa da pandemia de Covid-19.

“Desde que a pandemia começou, muitas pacientes deixaram de buscar atendimento e se cuidar”, relatou Nadja. “A ideia agora é prestar esse serviço de forma segura para que as mulheres façam os exames e acompanhamento precoce. Assim, vamos rastrear casos e encaminhar pacientes para exames ou outros procedimentos médicos.”

A secretária da Mulher, Ericka Filippelli, participou das atividades na UPA da Ceilândia, onde falou às pacientes sobre a importância das ações preventivas de combate ao câncer.

“O câncer de mama compõe 25% dos casos de doenças oncológicas no país”, destacou. “Por isso, esse movimento de prevenção e disseminação de informações é tão importante. A busca por ajuda e o autoexame são fundamentais”, concluiu.

O administrador da Ceilândia, Marcelo Piauí, acompanhou a abertura dos trabalhos. Para ele, diante do grande contingente populacional da cidade, é importante que as mulheres tenham mais opções de atendimento médico.

“Essa campanha de prevenção ao câncer é extremamente importante para a nossa comunidade”, afirmou. “Estamos na maior região do DF e ficamos muito satisfeitos por contar com o apoio das secretarias da Mulher e da Saúde, e do Iges-DF no atendimento de nossas demandas.”

Segundo o diretor-presidente do Iges-DF, Paulo Ricardo Silva, em um ano as UPAs, administradas pelo instituto, já atenderam mais de 180 mil mulheres, que apresentaram problemas diversos de saúde. Agora, com o Outubro Rosa, as ações e combate ao câncer de mama serão reforçadas. “As nossas unidades estão prontas para prestar atendimento com qualidade a essas pacientes”, garantiu.

Ericka Filippelli: “A busca por ajuda e o autoexame são fundamentais” | Foto: Iges-DF

Pacientes aprovam

A moradora da Ceilândia, Maria de Fátima da Silva, de 58 anos, foi uma das primeiras pacientes a serem atendidas no ônibus da Mulher. “Já estava há algum tempo sem procurar atendimento médico”, revelou. “Vim aqui à UPA porque achei que era uma ótima oportunidade para ver como está minha saúde.”

Rosângela Silva Ferreira, de 54 anos, também procurou o Ônibus da Mulher na UPA de Ceilândia. “Outro dia fiz o autoexame e encontrei algo que achei um pouquinho estranho”, disse, preocupada. “Quando soube desse serviço, decidi vir. É melhor saber com antecedência caso tenha algo. Se não tiver, melhor, mas se aparecer alguma coisa, já quero poder fazer todos os exames.”

Balanço

Até o momento, 56 mulheres foram atendidas nos dias em que a unidade móvel da Secretaria da Mulher esteve no Hospital de Base. Na UPA de Ceilândia, 39 pacientes foram recebidas, 26 delas encaminhadas para exame de mamografia; e, na UPA de Samambaia, foram mais 39, com 33 encaminhamentos para mamografia.

Agenda

O atendimento na Ceilândia prosseguirá nos dias 8, 13 e 16 de outubro. Já em Samambaia será nos dias 7, 12 e 15.

Amanhã (terça, 6), o Ônibus da Mulher também estará nas UPAs do Recanto das Emas e do Núcleo Bandeirante. O consultório móvel retornará ao Recanto no dia 14 e ao Bandeirante nos dias 13 e 16.

O calendário de atendimento no Ônibus da Mulher inclui mais duas cidades: a UPA de São Sebastião, nos dias 7, 9 e 15 de outubro, e a UPA de Sobradinho, nos dias 8, 9 e 14 de outubro.

* Com informações do Iges-DF

Fonte: https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2020/10/05/onibus-da-mulher-reforca-o-outubro-rosa-em-ceilandia-e-samambaia/

Nenhum comentário