Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Na noite de Natal, juíza é morta a facadas na frente das três filhas pelo ex-marido

Viviane já havia sido ameaçada e agredida pelo ex-marido, Paulo José Arronenzi, com quem fora casada de 2009 a 2020. Ontem ele matou ela Viv...

Viviane já havia sido ameaçada e agredida pelo ex-marido, Paulo José Arronenzi, com quem fora casada de 2009 a 2020. Ontem ele matou ela

Viviane Vieira do Amaral Arronenzi (45 anos) juíza do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) foi assassinada a facadas no início da noite desta quinta-feira (24), véspera de Natal, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com a Polícia Militar, o autor do crime é o ex-marido dela, o engenheiro Paulo José Arronenzi (52 anos), que foi preso e levado para a Delegacia de Homicídios.
 
O assassinato foi registrado em um vídeo que circula nas redes sociais e é investigado pela polícia. Na gravação, as meninas pedem para ele parar de golpear a mãe. VEJA.


Em setembro, Viviane havia feito um registro de lesão corporal e ameaça contra o ex-marido, que foi enquadrado na Lei Maria da Penha. Ela chegou a ter escolta policial concedida pelo TJ-RJ, mas pediu para retirá-la posteriormente.

Um pedido feito por uma das três filhas da juíza Viviane teria influenciado a magistrada a dispensar a escolta que lhe era oferecida pelo Tribunal de Justiça. A menina alegava para mãe que o pai não “era bandido”.


Momento que o engenheiro Paulo José Arronenzi era conduzido, após ser preso em flagrante, para a Delegacia de Polícia

Fonte: Radar DF 

Nenhum comentário