Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

AMAZONAS: Enquanto o povo morre com Covid, governador faz farra com jatos fretados

Entre outubro de 2019 e outubro de 2020, o governador e sua equipe viajaram em jatos executivos projetados para viagens internacionais com a...

Entre outubro de 2019 e outubro de 2020, o governador e sua equipe viajaram em jatos executivos projetados para viagens internacionais com acomodação vip para oito passageiros

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), gastou R$ 7,2 milhões em dinheiro público em viagens com a cúpula do governo, usando jatos executivos fretados.
Os contratos foram feitos sem licitação, em um ano marcado pela crise econômica e falta de recursos para combater a pandemia de covid-19 no estado.

Ao ser questionado pela torra do dinheiro público com frete de jatos, a Casa Militar do governo Wilson Lima, chegou a afirmar que as aeronaves foram utilizadas para o transporte de “oxigênio medicinal, medicamentos, EPIs [Equipamento de Proteção Individual] (…) vacinas e traslado de corpos de vítimas da covid-19 que estavam em tratamento em outros estados”.
Depois resolveu falar que, “voo em jato obviamente não diz respeito a transporte de carga, como insumos para a área da saúde”, afirmou, dizendo que em “todas as gestões” no Amazonas “houve a necessidade do serviço de jato para o deslocamento do governador”.

Lima e sua equipe se revezaram entre três aeronaves, contratadas sem licitação, de três empresas locais de táxi aéreo a um custo que variou de R$ 8.200 e R$ 18 mil a hora de voo.

O método escolhido pela Secretaria da Casa Militar, de onde partiram as contratações, foi o chamado processo indenizatório.

Sem a disputa entre empresas concorrentes, o governo escolhe uma empresa de táxi aéreo, que realiza o serviço e encaminha a nota fiscal, paga pelo governo a título de “indenização”, opção não prevista na Lei de Licitações (8666/93), segundo o professor de direito administrativo Marcelo Figueiredo, da PUC-SP.

Fonte: Radar DF 

Nenhum comentário