Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Governadores: Escrevendo carta de desamor…

Fotomontagem: Reprodução Internet Governadores estão cada vez mais escancarando o medo da repercussão que tem de seus próprios atos. E estão...

Fotomontagem: Reprodução Internet

Governadores estão cada vez mais escancarando o medo da repercussão que tem de seus próprios atos. E estão vivendo de cartinhas, de narrativas mentirosas e oportunistas. Já é a terceira vez que se juntam para tentar criar tumulto e, assim, tentar impor suas ações criminosas por via da intimidação.
Já formaram seu bando, e sempre os mesmos, a cada bilhete desse, direcionado para atingir o governo federal, acham que se protegem como se isso fosse um escudo para esconder suas incompetências ou dolos, para não dizer outra coisa.
Para nosso sossego, visto que cada um deles tem menos de dois anos de mandato, não dá tempo de virar um vício. 
Por outro lado, conforme o andamento da carruagem política, a partir de 2022, isso pode se alastrar para os novos mandatários. Formar gangues não é coisa saudável para o país. 
Exemplos não faltam.
Nesta carta, assinada ontem, 29 de março, o peso que tentam imprimir contra o povo e contra o governo federal, acaba nos dando elementos para comprovar a verdadeira intenção deles. Querem imputar culpa a todos, menos a eles próprios. 
Consideram-se inatacáveis!
Não custa nada que algum deles, ou quem sabe em conjunto, ingresse com uma ação para que a justiça decrete censura, ou algo que o valha, contra opinião ou pensamento de qualquer cidadão. 
Para opositores, que de forma inversa, já impetraram ação no STF para que não haja investigações ou ações judiciais contra nenhum tipo de xingamento contra o presidente da república, ministros de estado ou outros servidores, pode-se esperar que a cara de pau deles se repita.
Destaquei na cópia da carta dos nefastos governantes, oportunista e covarde, duas situações: há a mentira ou há uma inversão de valores (tipo, diga que eles fazem o que nós fazemos). 
Por exemplo: falam em instabilidade institucional.
Quem são os maiores expoentes da instabilidade institucional do país? 
Os governadores (e prefeitos)! 
Quem vive pedindo cassação de mandatos por aí? 
Os governadores (e outros políticos)! 
Chamar a opinião popular de atos ilegais e imorais? Mentira! Falam em salvar vidas e empregos? Mentira!

Observem!

E para carimbar tudo isso, e por si só, publico os nomes dos governadores que assinaram essa carta, essa aberração.

Em tempo: cada um busque o nome do governador que não assinou, porque nego-me a entender que a não assinatura neste bilhete signifique ser contrário, vez que alguns deles agem em seus estados da mesma forma indigna, com seus cidadãos. Né, não, governador Romeu Zema?

Veja que na lista só tem jeito boa…

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Nenhum comentário