Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Rafael Prudente prevê eleições na pauta só em abril de 2022

A eleição de 2022 deverá entrar na pauta na política do Distrito Federal somente em abril do ano que vem, segundo Rafael Prudente, que ficou...


A eleição de 2022 deverá entrar na pauta na política do Distrito Federal somente em abril do ano que vem, segundo Rafael Prudente, que ficou feliz com governador Ibaneis Rocha por ter aceito a sugestão de tornar prioritária a vacinação de policiais, militares, bombeiros e agentes prisionais que se arriscam todos os dias em meio à pandemia
Por Josiel Ferreira

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rafael Prudente, em entrevista exclusiva ao Tudo OK Notícias, não está com a cabeça em 2022, ano de eleições e está mais concentrado no agora, na pandemia do Covid-19 e seus problemas sócio-econômicos, além da questão da saúde.
Prudente entende que é difícil pensar em 2022 quando se tem um ano tão difícil pela frente. “Estamos em março ainda. Temos um ano longo com muitos desafios, problemas para serem resolvidos. No ano de 2022, na questão política, e nas Eleições 2022, creio que isso vai ser nossa pauta a partir de abril do ano que vem”, antecipou.
Ele enfatizou que a responsabilidade é grande na busca de soluções dos problemas originários da pandemia do Covid-19, bem como a responsabilidade que a população colocou sobre os parlamentares para representá-la por meio do voto e resolver os problemas do DF.
Além disso, honrar compromissos feitos com os outros 23 deputados para estar no comando da Câmara ouvindo todas as fontes políticas, as vertentes de esquerda, direita, centro para que “a gente possa, com base em todas essas pautas, entregar cidade melhor, com mais oportunidades, é isso o que a gente espera de 2021”.Rafael Prudente CLDF brasília foto reprodução

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, recentemente convocou reunião com a base aliada e tem planejado a compra de imunizantes para combater o Covid-19. 
Em relação ao papel da CLDF nesse contexto tem tido protagonismo. Prudente disse que a última coisa que a população quer ver “são brigas políticas que não resolvam problemas”.

“O governador se reuniu com parte da bancada para prestar contas daquilo que foi feito, daquilo que ele pretende fazer, ouvir sugestões para que a gente possa em conjunto sair dessa situação difícil”, ressaltou ele.
Com relação à compra das vacinas, Prudente garantiu que a CLDF vai fazer todo o esforço. “Fizemos um manifesto na última semana com assinaturas dos 24 parlamentares, pedindo para que o governo continuasse com a interlocução com os países e as indústrias farmacêuticas para que pudesse fazer a venda direta para o DF”, disse.
O presidente da CLDF antecipou que até hoje as respostas recebidas, pelo menos as últimas que foram remetidas pela Secretaria de Saúde, é que essas entregas ficariam um pouco mais para frente. 
“O que cabe a nós é cobrarmos. Temos uma indústria farmacêutica dentro do DF, que o governo federal já comprou toda a sua produção. Mas, esperamos que as negociações avancem e consigamos fazer a compra, já que o STF há pouco tempo decidiu pela compra diretamente.”
O governador Ibaneis Rocha, recebeu muito bem a sugestão de Prudente para que os policiais militares e civis, além dos bombeiros recebam a vacina, uma decisão correta e justa para quem estiver na linha de frente seja imunizado.
“É isso mesmo, claro que temos que ter bom senso das prioridades. Temos os profissionais da saúde que quase em sua totalidade já foram vacinados, agora os profissionais da rede privada começam a ser vacinados a partir desta sexta (26), também com a vacinação dos idosos. Fizemos um apelo para que policiais e o pessoal que trabalha no Instituto Médico Legal, o pessoal que trabalha nas polícias penitenciárias”, pontuou Prudente.
O apelo foi feito por meio de vídeo gravado no plenário da CLDF. Segundo Prudente o vídeo “viralizou” e “alertamos alguns outros políticos que precisavam de interlocução e lutarmos juntos, conseguimos alertar alguns parlamentares e ao governo e felizmente o governo nos ouviu e deve anunciar em breve a vacinação dos policiais e bombeiros”.
Prudente assinalou que o efetivo das polícias é menor do que o registrado nos anos 90. Esperamos que possamos evitar mortes e mais perdas de alguns policiais que estão na linha de frente.
“Desde o início da pandemia nunca pararam arriscando suas vidas, dos familiares todos os dias. Temos que ter o reconhecimento do trabalho dele e esperamos que dentro de poucas semanas possamos iniciar a vacinação dos nossos policiais”, concluiu o presidente.
No entendimento do presidente da CLDF, o colegiado tem sido produtivo e parceiro do governo.
 “As nossas estatísticas dizem isso. Temos que ter um Legislativo, Judiciário e Legislativo de mãos dadas para resolver os problemas da nossa população. E é isso que nós estamos fazendo.”
Prudente ponderou que os pensamentos podem até ser diferentes, claro, dentro da CLDF, mas “temos dado nossa colaboração, com ideias e sugestões para passar por esse momento difícil”.

 Fonte: Tudo OK Notícias

Nenhum comentário