Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

GDF | Auxílio financeiro para mais de 4,5 mil taxistas e motoristas de escolar

Lei foi sancionada nesta terça.(27). Texto que garante ajuda para o transporte turístico e foi encaminhado para a CLDF Por Ana Luiza Vinhote...


Lei foi sancionada nesta terça.(27). Texto que garante ajuda para o transporte turístico e foi encaminhado para a CLDF
Por Ana Luiza Vinhote

“SÃO R$ 1.800. PODE NÃO SER MUITO DINHEIRO PARA MUITAS PESSOAS, MAS PARA QUEM ESTÁ NAS RUAS TRABALHANDO, QUEM NÃO CONSEGUE MAIS PEGAR OS PASSAGEIROS HÁ UM ANO ANTES DA PANDEMIA, SABEMOS DO SIGNIFICADO DESSE VALOR”GOVERNADOR IBANEIS ROCHA

Mais de 4,5 mil taxistas e motoristas de transporte escolar do Distrito Federal voltam a receber o auxílio emergencial de três parcelas de R$ 600. O governador Ibaneis Rocha sancionou, nesta terça-feira (27), o Projeto de Lei nº 1.862/21 do poder Executivo local, que garante o pagamento. Durante o evento, Ibaneis anunciou o envio de um novo texto para ampliar a concessão do benefício aos condutores de transporte turístico.

“São R$ 1.800. Pode não ser muito dinheiro para muitas pessoas, mas para quem está nas ruas trabalhando, quem não consegue mais pegar os passageiros há um ano antes da pandemia, sabemos do significado desse valor. Tenho certeza que hoje, o GDF e a Câmara Legislativa do Distrito Federal, estão entregando um auxílio merecido”, destacou Ibaneis Rocha em solenidade no Salão Nobre do Palácio do Buriti.

O novo auxílio faz parte do programa implementado pelo GDF em 2020, que beneficiou mais de 3,2 mil motoristas de transporte coletivo escolar e de turismo| Foto: Renato Alves / Agência Brasília

O secretário de Economia, André Clemente, lembrou que o benefício também aquece o comércio local. “Os recursos que vocês vão receber serão consumidos na mercearia, na farmácia, no açougue e na manutenção do carro. Então, é um bom dia não só para os taxistas e motoristas de transporte escolar, mas para pequenas e grandes empresas que também serão beneficiadas”, ressalta.


Presidente do Sindicato dos Taxistas do DF, Sued Souza, reforçou a importância do benefício para os taxistas da capital. “Gostaria de parabenizar o GDF. Esse auxílio vai servir de exemplo para todo o Brasil. Conversamos com os outros sindicatos e nenhum deles conseguiu um benefício tão importante para a categoria como esse. É um auxílio existencial e não só emergencial”, destacou.
Nazon Simões, presidente do Sindicato de Transportes Escolares de Brasília (Sintresc-DF), também agradeceu ao governo local pelo auxílio. “Por causa da pandemia da covid-19, os motoristas estão sofrendo, passando necessidades porque não há trabalho. Já é a terceira vez que o GDF nos concede esse benefício”, contabilizou.
Participaram do evento o presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente; a deputada federal Celina Leão; os deputados distritais Agaciel Maia e Valdelino Barcelos; o vice-governador Paco Britto; e os secretários José Humberto Pires (Governo); Valter Casimiro (Transporte e Mobilidade); Severino Cajazeiras (Atendimento à Comunidade) e Vanessa Mendonça (Turismo).
Benefício
Para receber o provento, os interessados devem estar devidamente inscritos no Cadastro de Permissionários/Concessionários da Secretaria de Estado de Transporte e Mobilidade (Semob), com data anterior a 31 de janeiro de 2020. Também é preciso estar regularmente registrado, na mesma data, no Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) na categoria referente à atuação, além de não estar inscrito na dívida ativa do Distrito Federal.

O novo auxílio faz parte do programa implementado pelo GDF em 2020, que beneficiou mais de 3,2 mil motoristas de transporte coletivo escolar e de turismo. Ao todo, o investimento feito pelo governo local foi de aproximadamente R$ 10 milhões.

Confira algumas das ações do GDF que foram destacadas pelo governador Ibaneis Rocha durante o evento:

– Retomada de obras paradas há anos, como a do Túnel de Taguatinga e os viadutos do Recanto das Emas e Riacho Fundo;

– Construção e reforma de escolas;

– Entrega de leitos do Hospital Regional de Ceilândia (HRC);

– Construção de dois hospitais em Ceilândia: um acoplado e outro ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA);

– Construção de nove UPAs;

– Instalação de três hospitais acoplados em Samambaia, Planaltina e Paranoá;

– Abertura de todas as delegacias 24 horas;

– Construção de um prédio do Instituto Médico Legal (IML);

– Construção e reforma de delegacias;

– Aumento de efetivo das forças de segurança;

– Pagamento de valor extra para policiais civis.

Agência Brasília

Saiba mais…

Covid-19

Fonte: Agência Brasília

Nenhum comentário