Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

BOMBA: Estado na Índia distribuiu Ivermectina para a população e casos de Covid diminuíram drasticamente; ENTENDA

Um dos estados mais populosos da Índia, Uttar Pradesh, que conta com uma população de 204,4 milhões de habitantes, observou uma redução acen...


Um dos estados mais populosos da Índia, Uttar Pradesh, que conta com uma população de 204,4 milhões de habitantes, observou uma redução acentuada nos casos de Covid desde que foi estabelecido de um programa de saúde pública de distribuição de Ivermectina para toda a população.
A experiência do estado indiano mostra que o poder público pode e consegue fazer frente à pandemia do vírus chinês quando suas ações são pautadas pelo real interesse da saúde e da vida da população, e não quando é pautado pelo lobby da indústria farmacêutica, como acontece em vários outros lugares do mundo, incluindo o Brasil. As informações são do Critica Nacional, Indian Express e Trial Site News.
De acordo com governo de Uttar Pradesh, o estado foi o primeiro ente indiano a introduzir o uso profilático e terapêutico em larga escala da Ivermectina para enfrentar a Covid. 
O governo informou que o medicamento ajudou o estado a manter uma taxa de letalidade e de diagnósticos positivos da Covid mais baixa em comparação aos outros estados indianos.
O Departamento de Saúde de Uttar Pradesh introduziu a Ivermectina como profilaxia para pacientes de Covid-19, contatos próximos destes pacientes e profissionais de saúde por meio de uma ordem governamental em 6 de agosto de 2020, seguindo parecer de um comitê médico chefiado pelo Diretor Geral de Serviços Médicos e de Saúde daquele estado.
Segundo o oficial de vigilância de Uttar Pradesh, Vikssendu Agrawal, as taxas mais baixas de casos positivos e de mortalidade podem ser atribuídas ao uso em larga escala da ivermectina naquele estado, acrescentando que o medicamento foi recentemente introduzida no Protocolo Nacional da Índia para tratamento e gestão de Covid-19.
Segundo o Indian Express, o Ministério da Saúde da Índia e órgãos de saúde daquele país atualizaram o protocolo nacional de tratamento contra Covid-19 em agosto do ano passado, introduzindo neste protocolo o uso preventivo e precoce da ivermectina.
No final de abril deste ano um novo documento oficial mais detalhado foi lançado, no qual o Ministério da Saúde aconselha os pacientes que são assintomáticos ou com sintomas leves a usarem a Ivermectina e a budesonida.
Em apenas alguns dias, os novos casos de Covid caíram de 33.531 em 26 de abril, que corresponde ao pico de novos casos diários registrados, para 18.023 em 12 de maio, conforme dados da John Hopkins University.
Além disso, o número de óbitos foi menor no estado porque a Ivermectina já estava disponível para a população como política de saúde pública. Segundo o website TrialSite News, em 12 de maio, o estado de Uttar Pradesh, que possui 17.0% da população total da Índia, exibida 4.033 óbitos, correspondendo a 6.9% do índice nacional.
A experiência do estado indiano de Uttar Pradesh corrobora o posicionamento que o Crítica Nacional vem adotando há meses em relação ao Brasil: o país deveria ter adotado um programa nacional de tratamento precoce e preventivo para a Covid-19, usando fármacos reposicionados, ou seja, medicamentos de uso off label como Ivermectina e outros.
Se isto estivesse sido feito como Política de Estado para o enfrentamento à Covid-19, o quadro da pandemia hoje no país seria totalmente distinto. Mas o que assistimos desde o início da crise sanitária foi a prevalência dos interesses do lobby da indústria farmacêutica em prejuízo da saúde e da vida de milhares de brasileiros.



Nenhum comentário