Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Jovem que matou família e depois dormiu a sesta condenado à pena máxima

Jovem que matou família e depois dormiu a sesta condenado à pena máximaO Tribunal de Setúbal condenou o jovem acusado do homicídio de um cas...


Jovem que matou família e depois dormiu a sesta condenado à pena máximaO Tribunal de Setúbal condenou o jovem acusado do homicídio de um casal de idosos (seus tios-avós), em Santo André, concelho de Santiago do Cacém, à pena máxima de 25 anos de prisão.
O arguido, agora com 18 anos, foi considerado culpado de dois crimes de homicídio, um qualificado e outro simples, pelo assassínio dos tios-avós, Guilherme Santos e Eduarda Fernandes, em 01 de maio do ano passado, para se apropriar da viatura e de algum dinheiro das vítimas.
Além dos dois crimes de homicídio, o tribunal deu ainda como provado que o arguido terá cometido um crime de profanação de cadáver e outro de condução sem habilitação. O jovem foi capturado pela GNR pouco tempo depois da prática dos dois homicídios, na companhia de outros dois jovens, na sequência de um despiste com a viatura roubada aos familiares assassinados. 
O jovem apresentava vestígios de sangue na roupa.
Na altura, o arguido ficou em prisão preventiva, tendo os outros dois jovens que o acompanhavam sido libertados, por se ter apurado que não tinham tido qualquer envolvimento nos dois homicídios.
Neta encontrou avós degolados na sala
Eduarda e Guilherme, ambos com 80 anos, receberam a visita do sobrinho-neto, a quem davam dinheiro e comida. Lourenço socorria-se da boa vontade dos idosos para sobreviver e conseguir alimentar os seus vícios da droga e do álcool. Mas desta vez, o casal recusou dar-lhe dinheiro e por isso, o jovem acabou por matá-los à facada.
A neta das vítimas tentou ligar aos avós durante a noite do crime. Estranhou o facto de não atenderam e dirigiu-se a casa deles deparando-se depois com os cadáveres na sala de estar. Depressa percebeu que o carro dos idosos tinha sido roubado e que o principal suspeito seria Lourenço.

Nenhum comentário