Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Paulo Figueiredo denuncia campanha contra o governo na Jovem Pan

O jornalista Paulo Figueiredo pediu demissão da rádio Jovem Pan na segunda-feira (17) após discutir com Thaís Oyama sobre youtubers conserva...


O jornalista Paulo Figueiredo pediu demissão da rádio Jovem Pan na segunda-feira (17) após discutir com Thaís Oyama sobre youtubers conservadores receberem informações privilegiadas do Palácio do Planalto.
“Comunico o encerramento das minhas relações com a Jovem Pan por divergências editoriais com seu diretor de jornalismo. 
Vocês podem ter certeza que, onde eu estiver, os meus comentários jamais sofrerão interferência de qualquer tipo. 
O meu compromisso é só com a verdade. 
Aproveito para agradecer imensamente pelo período na rádio, que foi excelente, ao Tutinha e a vários membros do jornalismo, produção e comentaristas que se tornaram meus amigos”, escreveu Paulo em seu twitter.
Ontem (19) o jornalista fez uma transmissão ao vivo em seu canal no YouTube expondo pontualmente os motivos de sua saída. 
Dentre eles o jornalista afirmou que a rádio não faz nenhuma crítica ao governador de São Paulo, João Doria, que tem uma popularidade baixíssima e adota um discurso terrorista no combate à pandemia além de atacar diretamente o governo federal.
A Jovem Pan cresceu dando voz à políticos e comentaristas conservadores, correndo na contramão da imprensa tradicional, mas desde a admissão de Humberto Candil, diretor de jornalismo, a rádio vem adotando um discurso progressista, com ataques ao governo. 
Na quarta-feira (12), quando Paulo teria que comentar sobre uma matéria tendenciosa que comparou o “orçamento secreto” ao mensalão do PT, após pensar por alguns instantes, o jornalista afirmou, ao vivo, não concordar com a premissa da pergunta e segue comentando o seu posicionamento. 
Mas ainda durante o programa, ele recebeu uma mensagem afirmando que ele estava desqualificando o jornal e deixando a equipe embaraçada. Logo após o editor do Jornal da Manhã informou que Paulo precisaria sair do jornal imediatamente, por ordem de Humberto Candil.
Por não concordar com jornalismo de militância, Paulo informou sua saída da rádio.
Logo após a transmissão ao vivo no canal do jornalista, a #ForaCandil ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Humberto Candil foi diretor de redação na CNN Brasil, uma emissora com uma narrativa notoriamente contra o governo federal. Ao chegar à Jovem Pan, assumiu a direção do jornalismo da rádio e rapidamente o discurso, antes conservador, adotou um tom agressivo e contrário às reformas propostas pelo governo Bolsonaro.


Confira

Nenhum comentário