Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Protestos contra o governo em Brasília têm pouca adesão e aglomerações

Em São Paulo os manifestantes tomaram a Avenida Paulista. Em outras cidades porém a adesão não foi tão intensa e viraram alvo de ironia nas ...


Em São Paulo os manifestantes tomaram a Avenida Paulista. Em outras cidades porém a adesão não foi tão intensa e viraram alvo de ironia nas redes sociais
Por Hélio Rosa
Os atos foram convocados pelos partidos de esquerda (PT, PSOL, REDE…) e centrais sindicais, inimigos declarados do governo Bolsonaro. Empunhando as clássicas bandeiras vermelhas e gritando palavras de ordem contra o presidente manifestantes se reunirão em diversas cidades do país.
Em São Paulo, berço das centrais sindicais e do Partido dos Trabalhadores, conseguiu reunir mais simpatizantes, chegando a interromper o fluxo na Avenida Paulista.
Por outras capitais a adesão foi mais baixa e não se viram tantos manifestantes. No Recife e em Belo Horizonte houve confronto e a polícia militar teve de intervir.
Na capital goiana pouco mais de mil manifestantes foram a rua, como noticiou o site Mais Goiás em seu perfil no Instagram.

Aglomeração

Por mais que os organizadores tenham tentado dar a entender que as medidas de segurança sanitárias foram respeitadas, o que se viu foram pessoas aglomeradas, sem manter a ditância recomendada.

Isso não seria estranho se não fosse o fato de que estes mesmos partidos e organizações criticarem constantemente o presidente da república por, a princípio, ‘desrespeitar’ as mediadas de segurança sanitária que eles mesmos infringiram neste sábado.

 

Ironia nas redes sociais

Em Brasília os manifestantes se concentraram em frente ao Museu da República e seguiram em passeata até a Praça dos Três Poderes. O baixo número de pessoas no ato fez com que muitos internautas ironizassem os manifestantes.

Tocador de vídeo
00:00
00:33

Uma postagem compartilhada em perfis de direita mostra um manifestante com um cartaz pedindo ‘liberdade’ para as universidades, onde se lê a palavra ‘universidade’ escrita com um primário erro de ortografia.

Em outra postagem a Deputada Federal Carla Zambelli ironiza as manifestações em foto que mostra poucas pessoas e a frase ‘20 milhões segundo o Data Folha’.

A Deputada Distrital Júlia Lucy comparou os atos pró e a favor do governo indagando que ambos os lados não teriam interesse real na saúde da população.

A Deputada Federal pelo DF Bia Kisis também não deixou por menos e ironizou os atos:

Veja mais postagens:

Fonte: BSB Times 

Nenhum comentário