Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Articulação política: Em reunião com Mourão, Vilmar Rocha defende alternativa de candidatura do ‘centro democrático’ para as eleições 2022

O presidente do PSD-GO, Vilmar Rocha esteve nesta terça-feira, 08, reunião com o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB...


O presidente do PSD-GO, Vilmar Rocha esteve nesta terça-feira, 08, reunião com o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB). O encontro, a convite do próprio vice-presidente, ocorreu no Palácio do Jaburu, em Brasília, e durou mais de 2 horas. Vilmar e o general Mourão conversaram longamente sobre a situação atual do Brasil e fizeram projeções para o futuro do país. 

O professor da UFRGS e analista político Denis Rosenfield também participou da reunião.
De acordo com Vilmar Rocha, o encontro foi para discutir o momento atual do pais e, sobretudo, a expectativa do futuro. “Mourão é uma pessoa muito afável. Nem parece um militar. Muito direto e sincero com ideias claras sobre o que o Brasil precisa.” Nesse sentido, Vilmar afirma que “Mourão é uma liderança importante por duas razões; primeiro por ser o vice-presidente da República e segundo por ser general do exército”.
A conversa de Vilmar com o vice-presidente dá sequencia a uma série de encontros que o político goiano tem feito com lideranças nacionais para pensar e discutir o futuro do país, com vistas nas eleições nacionais de 2022. “Estou articulando o fortalecimento da ideia de uma candidatura alternativa à polarização entre o Bolsonaro e o Lula. Um possível nome daquilo que chamo de ‘centro democrático popular e reforminista'”.
Segundo o presidente do PSD-GO, o vice-presidente da República, mesmo com cautela, concorda que é importante para o Brasil ter alternativas. “Ele tem sensibilidade para compreender essas possibilidades para a sucessão de 2022. Tem muita gente que quer essa alternativa, como forças políticas, partidárias, econômicas e sociais. E o Mourão pode integrar essa alternativa”.
Vilmar já esteve com os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Michel Temer, com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin e com o ex-ministro e ex-senador Jorge Bornhausen, além do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, e do ex-ministro e e atual secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles.
“Devo agora fazer uma viagem ao Rio de Janeiro para conversar com lideranças políticas, econômicas e acadêmicas para debater o futuro do Brasil e unir forças para buscar uma alternativa moderada à polarização Bolsonaro-Lula para as eleições de 2022”, pontuou Vilmar Rocha.

Nenhum comentário