Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Autor de dois feminicídios no DF, Marinésio Olinto será julgado nesta segunda (21) pela morte de Letícia Curado

Marinésio dos Santos Olinto, 41 anos, confessou que matou duas mulheres em 2019. Foto: Divulgação/PCDF Marinésio Olinto dos Santos, conhecid...

Marinésio dos Santos Olinto, 41 anos, confessou que matou duas mulheres em 2019. Foto: Divulgação/PCDF

Marinésio Olinto dos Santos, conhecido no Distrito Federal por estuprar e matar mulheres, vai a júri popular nesta segunda-feira (21) pela morte da estudante de Direito Letícia Sousa Curado de Melo, ex-funcionária terceirizada do Ministério da Educação. O julgamento será no Tribunal do Júri de Planaltina. A sessão começa às 9h
O crime ocorreu em agosto de 2019. 
Era uma sexta-feira quando Marinésio encontrou Letícia em uma parada de ônibus de Planaltina e ofereceu transporte a ela até o Plano Piloto. No meio do caminho, o homem desviou a rota e tentou abusar sexualmente da vítima, matando-a em seguida.
O marido e o filho de Letícia procuraram pela vítima durante todo o fim de semana, até que, na segunda-feira seguinte, o crime foi elucidado. 
O corpo da vítima estava em uma manilha próximo a uma fábrica de sementes na região do Vale do Amanhecer. Marinésio ainda roubou os pertences da mulher.
Em setembro de 2019, o Ministério Público (MPDFT) denunciou Marinésio pelo homicídio quintuplamente qualificado de Letícia. 
Ele foi acusado de feminicídio com as agravantes de motivo torpe, meio cruel, dissimulação e crime praticado para assegurar impunidade de outro crime, além de também responder por tentativa de estupro, furto e ocultação de cadáver.
Caso Marinésio seja condenado, a pena pode ultrapassar 40 anos de reclusão. 
O assassino confesso também foi denunciado pelo homicídio de Genir Pereira de Sousa, em Planaltina, e por uma tentativa de estupro em Sobradinho. Ele já foi condenado por um estupro e, atualmente, está preso preventivamente pelo assassinato de Letícia.

Fonte: Jornal de Brasília

Nenhum comentário