Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Fazendeiro suspeito de ajudar Lázaro é levado para presídio

O fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, 74 anos, foi levado para o presídio municipal de Águas Lindas de Goiás-GO na manhã desta sexta-feira ...


O fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, 74 anos, foi levado para o presídio municipal de Águas Lindas de Goiás-GO na manhã desta sexta-feira (25). Ele e o caseiro dele, Alain Reis de Santana, 33 anos, foram presos na quinta (24) suspeitos de estar dando cobertura a Lázaro Barbosa de Sousa, fugitivo procurado há 17 dias.
Alain Reis deve ser levado posteriormente. 
De acordo com a força-tarefa que busca por Lázaro, o caseiro e o fazendeiro têm versões diferentes do caso. 
Ambos devem passar por audiência de custódia ainda hoje. 
O advogado da dupla, Ilvan Barbosa, acredita na soltura.
Elmi e Alain foram presos após passarem de carro em um ponto de bloqueio criado pela força-tarefa e desobedecerem ordem de parada. 
No veículo, havia duas armas, e uma teria sido usada por Lázaro em dias anteriores.
 “Uma das armas é a arma que ele Lázaro furtou possivelmente em uma das residências invadidas nestas duas semanas. 
Uma garrucha calibre 22 com 50 munições. 
E ele foi visto com essa garrucha na mão”, aponta o secretário de Segurança Pública do Goiás, Rodney Miranda.
Lázaro estaria se escondendo na fazenda de Elmi. “Uma testemunha o viu. 
Depois, na entrevista que nós fizemos com os dois que estão sendo autuados, eles confirmaram que ele [Lázaro] estava realmente lá e que passou as últimas noites lá”, afirmou o secretário. “Descobrimos o esconderijo dele”, completou Rodney Miranda.
O esconderijo é uma casa com ruínas em volta que dificultam a identificação do local. A residência fica em Girassol-GO. Lá, o fazendeiro e o caseiro davam cobertura a Lázaro. Possivelmente, ele estaria escondido desde o início da semana, o que justificaria os cinco dias sem rastros.
O secretário não pode dar mais detalhes devido ao andamento das investigações e nem pode afirmar que a dupla presa auxiliou Lázaro na chacina do Incra 9 no último dia 9 de junho. Porém, Rodney Miranda afirma que são fortes as suspeitas de que os criminosos estiveram com Lázaro em outros crimes.
 “Dois psicopatas, certamente, porque, para ajudar psicopata, tem que ser psicopata.” Eles serão autuados por porte ilegal de arma de fogo e auxílio na fuga de presos.
Para Miranda, há uma espécie de rede criminosa que apoia Lázaro e, portanto, a dupla presa nesta quinta (24) não seria a única envolvida. “Quem facilita a vida de foragido comete crime. Nós temos indícios que há outras pessoas ajudando e nós vamos chegar nelas. Nós temos toda a tranquilidade para trabalhar”, cravou o secretário.

Por Willian Matos e Lucas Neiva - Jornal de Brasília

Nenhum comentário