Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Governador Flávio Dino e deputado Marcelo Freixo se filiam ao PSB

Governador Flávio Dino e deputado Marcelo Freixo se filiam ao PSB Em ato de filiação nesta terça-feira (22/6), políticos falam da necessidad...


Governador Flávio Dino e deputado Marcelo Freixo se filiam ao PSB
Em ato de filiação nesta terça-feira (22/6), políticos falam da necessidade de se formar uma frente ampla para combater o bolsonarismo nas eleições de 2022.
O deputado federal Marcelo Freixo (PSB- RJ) e o governador Flávio Dino (PSB-MA) se filiaram oficialmente, nesta terça-feira (22/6), ao Partido Socialista Brasileiro. 
O ato de filiação aconteceu em Brasília.
 “Estamos enfrentando muitas dificuldades no país, é preciso um reforço dos partidos que fazem oposição ao governo. Vocês significam um reforço extraordinário a essa luta a favor da democracia”, disse o presidente do partido, Carlos Siqueira, durante o evento.
As falas proferidas no ato focaram, principalmente, nas eleições de 2022 e na criação de uma frente ampla para enfrentar o bolsonarismo. Para Freixo, as próximas eleições serão históricas. 
“O desafio com a democracia será muito importante, será a eleição mais importante da nossa história, até porque pode ser a última. A democracia está em risco no país e isso deve ser compatível com o tamanho da nossa responsabilidade”, disse.
“Estamos entrando em um partido que tem história na luta pela liberdade e pela democracia. Eu sempre digo que a política precisa ser pedagógica, precisa ser uma luta onde conseguimos falar com os diferentes e os indiferentes, mas seja fundamentalmente, uma política capaz de ouvir”, complementou o deputado.
Ele comentou ainda sobre a crise enfrentada no Rio de Janeiro. 
“Não é uma luta da direita contra esquerda, é uma luta contra o crime organizado que arranca a capacidade do Rio de Janeiro de ser um lugar feliz. 
Quero assumir publicamente com vocês o compromisso de fazer uma política com diálogo, não podemos deixar a democracia escorrer pelos nossos dedos e assistir a isso da varanda”, pontuou.
O governador do Maranhão, Flávio Dino, reconhecido pelo sucesso na vacinação do seu estado, atualmente imunizando pessoas na casa dos 20 anos, afirmou que filiar-se ao PSB tem um sabor de encontro. “Estar no partido de João Mangabeira, Evandro Lins e Silva, Hermes Lima, Evaristo de Moraes Filho, como um estudioso do direito, é um encontro com a história daqueles que fizeram do direito um instrumento de luta pela democracia e pela liberdade no Brasil”, discursou o ex-PCdoB.
Ele relembrou, também, de seu amigo filiado ao partido, Eduardo Campos, que faleceu em um acidente de avião durante a campanha eleitoral de 2018. 
“Gostaria que minha ficha de filiação fosse abonada também pelo meu querido amigo Eduardo Campos. 
Talvez ele não estivesse aqui hoje porque seria presidente da República e suas obrigações não permitiriam. 
Estar no PSB é uma forma de homenagear a memória, trajetória e vitórias do grande brasileiro Eduardo Campos”.
Democracia
Sobre as eleições, o governador afirmou que será uma batalha daqueles que querem a continuidade da democracia contra um projeto de extermínio nacional e destruição da nação. “O perigo está no poder e está matando. Mais de 500 mil famílias já sofreram danos eternos. Eu trago essa carga de responsabilidade ao decidir vir para o PSB. 
Venho pelo Maranhão, pelo Nordeste e pela Amazônia, mas decidi me filiar, sobretudo, pelo Brasil. Nossa tarefa não é pequena, porque por mais absurdo que seja, Bolsonaro será candidato à reeleição”, declarou.
Outros integrantes do partido participaram do ato de filiação, como o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB-ES), que afirmou que os dois novos filiados são figuras de muita qualidade e capacidade para fortalecer um projeto político nacional.
 Já o deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ) afirmou que é um momento de união. “Essa é uma manhã de felicidade, de esperança, fala para gente da união e da capacidade de unirmos forças para ajudar o nosso país a superar esse momento dramático em que vivemos.” 
Paulo Câmara e João Campos também estiveram presentes.
Sobre a filiação na Câmara, a Liderança do PSB afirmou: “Estão fazendo uns registros em Cartório hoje e, depois, apresentam a documentação à Mesa. Amanhã (23), a secretaria geral da Mesa deve realizar a troca”.

*Estagiária sob a supervisão de Andreia Castro


Nenhum comentário