Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Iolando é autor de projeto de lei que visa proteger crianças, confira

Deputado Distrital Iolando (PSC-DF) Iolando é autor de projeto de lei que visa proteger crianças, confira De acordo com o deputado distrital...

Deputado Distrital Iolando (PSC-DF)

Iolando é autor de projeto de lei que visa proteger crianças, confira
De acordo com o deputado distrital, o projeto prevê uma comunicação obrigatória entre escolas e órgãos de segurança.
Nesta segunda-feira dia 28 ainda repercute um assunto que vem sendo bastante debatido na sociedade. 
A saber, o Deputado Distrital Iolando Almeida é autor de um projeto que visa melhorar a comunicação entre escolas e órgãos de segurança.
Afinal de acordo com o projeto as escolas seriam obrigadas a fazer comunicação no caso de indícios de gravidez precoce (crianças menores de 14 anos). 
Dessa forma, poderá haver uma apuração sobre supostos estupros de vulneráveis, além de oferecer o atendimento psicossocial mais do que necessário em casos como estes.
Iolando Almeida afirma que atualmente a violência contra crianças é subnotificada
De acordo com o Deputado hoje a violência contra crianças e adolescentes são apenas subnotificadas e muitas vezes acontece dentro do próprio lar. 
Por conseguinte, não chega de imediato as autoridades policiais.
Para Iolando a colaboração das escolas vai ajudar no desenvolvimento social e principalmente proteger os interesses de crianças e adolescentes. 
Confira o que disse o Deputado:
“A violência sexual contra crianças e adolescentes é marcada pela subnotificação, visto que muitas vezes o crime é praticado dentro do ambiente doméstico, não chegando de imediato ao conhecimento das autoridades policiais. 
As instituições de ensino devem colaborar com a Administração Pública, dada a natureza pública da função que exercem, para auxiliar no desenvolvimento social e na proteção dos interesses de crianças e adolescentes.” Informou o Deputado Iolando Almeida.

Da redação 
A Politica e o Poder 
E-mail apoliticaeopoder@gmail.com

Nenhum comentário