Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Piauí é o terceiro estado mais fácil para abrir empresas no Brasil, aponta Banco Mundial

A pontuação do estado é melhor que a média do Brasil (80,7 pontos) e dos países da América Latina e Caribe (79,7 pontos). O Piauí é o tercei...


A pontuação do estado é melhor que a média do Brasil (80,7 pontos) e dos países da América Latina e Caribe (79,7 pontos).
O Piauí é o terceiro estado mais fácil para abrir empresas no Brasil, aponta o relatório “Doing Business Subnacional Brasil 2021” elaborado pelo Banco Mundial. 
De 0 a 100, o Piauí ficou em terceiro lugar com 84,05 pontos.
Para a presidente da Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi), Alzenir Porto, o relatório atesta o trabalho realizado nos últimos anos para melhorar o ambiente de negócios no estado.
 “Com o apoio do governador Wellington Dias, realizamos importantes investimentos na modernização da Jucepi com o objetivo de desburocratizar e simplificar procedimentos no registro de empresas. Hoje o processo de abertura de empresas é 100% on-line, disponível 24h em qualquer dia da semana no sistema Piauí Digital”, afirma a presidente.
Alzenir Porto, que também é presidente da Federação Nacional das Juntas Comerciais (Fenaju), ressalta que, de uma maneira geral, todos os estados saíram bem.
 “As juntas comerciais do Brasil, sob a coordenação da Fenaju, vêm trabalhando desde 2015 na melhoria do ambiente de negócios. 
O resultado é que, numa escala até 100, os estados ficaram entre 84,7 e 72,2 com uma variação percentual pequena. 
E isso se deve ao trabalho das juntas comerciais que lideraram em competência e excelência, contribuindo para o crescimento e para a melhoria do ambiente de negócios do país”, comenta.
De acordo com o relatório, o ambiente de negócios do Brasil apresenta forte variação a nível subnacional e há exemplos de boas práticas em diferentes estados. 
O documento cita o Piauí como exemplo de localidade que unificou as etapas de registro e pós-registro de empresas na junta comercial. As empresas localizadas no Piauí precisam de nove procedimentos para a legalização do negócio, enquanto a média nacional é de 11.
O relatório do Banco Mundial apresenta uma análise comparativa do ambiente de negócios em 27 localidades brasileiras, em cinco áreas: abertura de empresas, obtenção de alvarás de construção, registro de propriedades, pagamento de impostos e execução de contratos.

Fonte: Governo do Piauí

Nenhum comentário