Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Com ajuda de aprendizes, obras avançam em Ceilândia

Com ajuda de aprendizes, obras avançam em Ceilândia Os aprendizes do Renova-DF também ajudaram na revitalização da praça e do alambrado do c...


Com ajuda de aprendizes, obras avançam em Ceilândia

Os aprendizes do Renova-DF também ajudaram na revitalização da praça e do alambrado do campo sintético na EQNO 16/17 | Foto: Divulgação/GDF PresenteForam construídos novos meios-fios na EQNO e na via NM3. Equipes também reformaram três quadras de esportes e praças de lazer
Há cinco semanas, os aprendizes do Programa Renova-DF reforçam os serviços de manutenção de equipamentos públicos em Ceilândia juntamente com as equipes do GDF Presente. 

Na cidade mais populosa do DF, já foram recuperadas calçadas, meios-fios, praça, alambrado e quadra de esportes.
No Condomínio Privê, próximo à BR-070, os profissionais trabalharam para desfazer uma área de transbordo irregular, serviço que contou com apoio das máquinas e servidores da Novacap e do Detran-DF. Ainda naquele setor habitacional, foram construídas calçadas para melhorar a mobilidade dos moradores.
O GDF Presente também atuou na via NM3, onde foram instalados meios-fios no cruzamento semafórico da Via 04.
O objetivo é dar mais segurança ao fluxo de veículos e evitar que veículos usem a contramão para manobras perigosas.
Aprendizes
Pelas mãos dos aprendizes do Renova-DF, obras importantes foram executadas, como a reforma da praça e a reconstrução do alambrado do campo sintético da EQNO 16/17; calçadas e quadra de esportes da EQNO 18/19; e quadra de esportes da EQNO 17/18, além das calçadas e quadra de esportes da QNO 20.

“Eles ainda ajudaram na manutenção das redes de águas pluviais e no conserto de uma enorme cratera na BR-070. O GDF tem atuado fortemente na cidade”, afirma o administrador regional de Ceilândia, Fernando Fernandes.

Para o coordenador do Polo Oeste II, Elton Walcacer, as obras atendem demandas da comunidade em setores importantes da cidade. “É o governo na porta da casa do cidadão”, descreve.


Nenhum comentário