Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

General Braga Netto impacta em pronunciamento ao lado de Bolsonaro: ‘O verdadeiro e supremo soberano: o povo brasileiro’

Em pronunciamento por ocasião de Cerimônia Militar em comemoração ao aniversário de nascimento do Marechal do Ar, Alberto Santos-Dumont, na ...


Em pronunciamento por ocasião de Cerimônia Militar em comemoração ao aniversário de nascimento do Marechal do Ar, Alberto Santos-Dumont, na Base Aérea de Brasília, da Força Aérea Brasileira, o ministro da Defesa do Governo Bolsonaro, General Braga Netto, proferiu um pronunciamento impactante ressaltando as obrigações constitucionais das Forças Armadas, a defesa da liberdade, a necessidade de homens públicos com “coragem moral” e o fato de que o povo brasileiro é o “verdadeiro e supremo soberano”. 
O general foi destaque no noticiário nacional após encabeçar uma contundente nota de repúdio a Omar Aziz, presidente da CPI da pandemia, também conhecida como “CPI do Circo”, “CPI da Cortina de Fumaça” e “Tribunal de Renan Calheiros”, e ao ser convidado a prestar esclarecimentos na Câmara dos Deputados.
O oficial asseverou: “O alto nível de profissionalismo dos integrantes das Forças Armadas demonstram o esforço que os militares brasileiros empenham nas suas missões constitucionais: a defesa aeroespacial de nossas fronteiras, mantendo a soberania nacional, é a missão precípua que nenhuma outra instituição tem capacidade de executar. Somente a nossa Força Aérea, as asas que protegem o Brasil”.
Está gostando? Participe do nosso GRUPO no TELEGRAM e saiba das notícias em primeira mão!
No ensejo, o ministro assinalou os valores que norteiam o trabalho das Forças Armadas, bem como a inarredável lealdade à população brasileira: “O atendimento aos anseios da população brasileira, em momentos de crise e aflição, é tradição da profissão militar, com variadas entregas e serviços prestados (…). O Brasil sempre contou e sempre poderá contar com seus militares. 
A Defesa e as Forças Armadas permanecem focadas na preservação dos mais caros valores nacionais e no propósito de atuarem como vetores de estabilidade institucional, garantidores da soberania nacional, da integridade territorial, da manutenção da paz e da liberdade do nosso verdadeiro e supremo soberano: o povo brasileiro”
Nesta toada, o general frisou a obrigação de as Forças Armadas honrarem a História do Brasil e o legado dos antepassados: “Assim é a nossa História: repleta de exemplos de heróis nacionais, corajosos, com grandeza de caráter e empreendedores, que nos legaram raízes e valores, e nos exigem a condução e a transmissão, às gerações futuras, a despeito dos obstáculos que nos são interpostos”.
Ademais, ele mandou um recado aos homens públicos brasileiros: “Seguindo essa tradição, precisamos de homens públicos com coragem moral e ética, que compreendam os papeis institucionais das instituições nacionais para que as ações sejam sinérgicas e os resultados sejam efetivos para um Brasil maior”.

Nenhum comentário