Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Magno Martins, o cantador de notícias

  Magno Martins, o cantador de notícias Por José Nivaldo Júnior* Não é à toa que Magno Martins, sertanejo, cidadão de vários municípios, faz...

 


Magno Martins, o cantador de notícias

Por José Nivaldo Júnior*
Não é à toa que Magno Martins, sertanejo, cidadão de vários municípios, faz sucesso nacional. O seu blog alcança a fantástica marca dos 15 milhões de acessos. Mantém um programa de sucesso, na Rede Nordeste de Rádio com mais de 40 emissoras retransmitido o Frente a Frente. Quem gosta de política ouve o Frente a Frente. Juntos, empreendemos o primeiro, e único até onde sei, jornal do mundo elaborado para leitura em smartphone e distribuído através de redes de conversa como WhatsApp e Telegram. Um pioneiro nato.
Se Magno falou, tá falado. Espírito poético, é um herdeiro direto dos talentos mágicos dos cantadores do seu Pajeú. Antes da chegada da imprensa, os cantadores eram os repórteres e os locutores, redigindo os fatos em inspiradas estrofes, a maioria de improviso. Magno, até onde sei, nunca usou a viola como instrumento de trabalho. Mas usou a vida inteira a curiosidade inata aos cantadores. A formatação das notícias para chegarem ao maior número possível de pessoas. E a poesia que consegue imprimir aos mais áridos temas.
Magno não foi embalado no berço por páginas de jornais. Mas bem que poderia ter sido. Não pelas páginas em si, mas pelas notícias que elas contém.
O compromisso essencial de Magno é com a informação. Com a apuração do fato. E nisso ele é insuperável. Recebe notícias em primeira mão porque se posiciona para tal. Como sabe se deslocar no ritmo da informação, recebe a notícia em primeiro lugar. A notícia procura Magno como a bola procura os craques. Com a bola no pé, o jogador pode jogar de lado, lançar ou arrematar em gol. Magno é artilheiro porque não tem medo de finalizar. Informar também é tarefa para quem não tem medo.
Magno tem a ousadia dos grandes inovadores. Pressentiu a crise da imprensa impressa. Passou também para o blog e para o rádio. O velho rádio, se tornou novinho em suas mãos e com sua voz. Nas ondas do rádio, para ouvintes que se contam aos milhões.
Topou compartilhar comigo o desafio de botar para moer o primeiro jornal formatado para leitura em smartphone e distribuição via plataformas de conversas, como foi dito acima. O PODER, é o título da publicação. Que segue em frente, se consolidando a cada dia, como as águas do Riacho do Navio correm para o mar.
Magno é valente como poucos, embora não demonstre isso. Pelo contrário. É manso na convivência e fino no trato. Coragem é atributo de poucos. A informação incomoda alguns é frequentemente provoca reações.
Magno enfrenta as incompreensões com a sabedoria das plantas sertanejas, que não se preocupam por perderem as folhas porque elas voltarão quando a estiagem passar. É bom pai, bom filho, bom amigo, excelente profissional. Um martelo agalopado, inspirado, bem metrificado e rico em rima.
Um jornalista poeta. Ou um poeta jornalista, como queiram.
*Publicitário, historiador e membro da Academia Pernambucana de Letras.

Jornalista Magno Martins

Nenhum comentário