Page Nav

HIDE

Últimas notícias:

latest

Centenas de medicamentos são descartados irregularmente em lixão do DF. Veja fotos

Centenas de medicamentos são descartados irregularmente em lixão do DF. Veja fotos Segundo resolução da Anvisa, é proibido jogar remédios fo...


Centenas de medicamentos são descartados irregularmente em lixão do DF. Veja fotos
Segundo resolução da Anvisa, é proibido jogar remédios fora de aterros de resíduos perigosos, próprios para medicamentos, por exemplo
Isadora Teixeira
Celimar de Meneses

Material cedido ao Metrópoles
Moradores do Riacho Fundo ficaram impressionados com a quantidade de remédios descartados em um lixão da região administrativa nos últimos dias. 
Centenas de embalagens, caixas e medicamentos foram jogados fora de maneira irregular, a céu aberto, contrariando as normas previstas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Os remédios estavam no aterro que fica atrás do Instituto Federal de Brasília (IFB), na QS 16 do Riacho Fundo. 
Os moradores tiraram fotos e gravaram vídeos mostrando a situação que infringe as regras sanitárias.
A Resolução Nº 222 de 2018 da Anvisa estipula que produtos farmacêuticos tenham tratamento adequado. “Os resíduos de medicamentos […] quando descartados por serviços assistenciais de saúde, farmácias, drogarias e distribuidores de medicamentos ou apreendidos devem ser submetidos a tratamento ou dispostos em aterro de resíduos perigosos – Classe I”, prevê a resolução.
O farmacêutico João Marcos Torres explica quais são as normas para descarte de medicamentos.
 “Existe uma questão da farmácia que é o Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos de Saúde. Tudo que é ligado à saúde segue esse programa, que é uma obrigatoriedade”, detalhou.
De acordo com o especialista, ao jogar medicamentos no lixo comum, assume-se a possibilidade de contaminação de lençóis freáticos e do meio ambiente em geral. O correto seria incinerar os remédios. “Esta resolução deve ser seguida inclusive por governos”, afirmou Torres.
Veja:


Moradores flagraram o descarte  cedido ao Metrópoles

Medicamentos foram descartados inadequadamente Material cedido ao Metrópoles


Nenhum comentário