banner

sábado, 12 de março de 2016

author photo



Coelho Neto é um município brasileiro localizado no estado do Maranhão. Possui 46.792 habitantes e localiza-se a 385 quilômetros da capital maranhense - São Luís. Os primeiro habitantes do lugar foram os portugueses. Logo em seguida vieram os cearenses e piauienses que perseguidos pelas secas nordestina encontraram na região os meios de que necessitavam para sua sobrevivência.


Somente em dezembro de 1934 passou a se chamar Coelho Neto, em homenagem ao grande escritor brasileiro chamando Henrique Maximiliano Coelho Neto. A cultura de Coelho Neto é cheia de encantos, e recheada de grandes talentos uma cidade que ao longo dos tempos cresceu geograficamente e que muda também o modo de viver do povo que aqui reside.

Vendo uma pouco das redes sociais na internet, percebi que estava sendo resgatada a cultura musical, artesanal, popular desta cidade, algo que tem passado por esquecido por muitas pessoas ao passar do dias, e aqui relatarei nesta postagem um pouco do talento que existe em vários habitantes filhos e não filhos desta terra.

De inicio quero aqui relembrar um grande grupo musical desta cidade, hoje extinto Grupo Anjos da Lua, composto por filhos ilustres desta terra que aqui residem e que tem grande apresso por este lugar, que através de músicas românticas, com uma mistura de reggae, forró e pé de serra, enfim algo que mostra como esta terra tem talentos.

Quem ganhou o reconhecimento da população e de outras entidades de música popular brasileira foi o casal Maestro Adelino e dona Raquel, que adotaram esta terra como lugar de nascimento, mas vindos do Piauí, e vencedores do Prêmio SESI Music Maranhão.

Ainda na área musical temos talentos como os membros da Banda MP4 que leva aos vários cantos da cidade um clima romântico da música popular brasileira, uma banda recém formada, mas que tem sido um exemplo de talento nesta terra, a banda é de propriedade do senhor Miguel esposo de dona Miriam Modas, composta por jovens de uma voz altamente invejável, como a voz de Vitoria Huang e seus amigos de banda, além dela na banda tem vários talentos, afinal a banda se denomina como uma caixa de talentos.

Falando em bandas chegamos à categoria bandas de forró da cidade que animam os fins de semana e eventos por bares e churrascarias da cidade, que são várias e a cada dia se descobre mais, bem como as bandas Chibata Quente, Chamego Arrochado, Alonço e Cia, Grupo de Ouro, dentre outros. Temos diversidades de artistas locais, em vários ritmos, temos as populares bandas de swingueira “UzKaraê e Zambalada” que fazendo do domingo na cidade uma festa na AABB e outros locais, bem como o novo grupo de pagode da cidade com membros das bandas antes mencionadas aqui.


Como grande colaboradores da cultura local e incentivadores temos, o Professor Toinho da Cultura, Francisco Silveira (In Memoriam), Paulinho Cabeleireiro, Professor Francisco Lima, Nonato Sampaio ( In Memoriam), professor José Augusto,dentre outros que tornam e tornaram a cultura deste lugar mais conhecida e valorizada, e que até hoje estão na luta cultural e no resgate das historias culturais deste município.

O Artesanato local ainda esta meio que extinto, mas existe através do bambu, garrafas pets, palha do babaçu dentre outros.

Temos também grandes DJs, como Richard Cabrera um profissional natural de Caxias-MA, mas que desenvolve aqui na cidade um trabalho profissional na área de mixagem de áudio e vídeo, com Cacau e Silvio Gomes, personalizado e produzindo vinhetas e chamadas de áudio.

Na área de poetas e escritores amadores e profissionais temos: Elian Bantin, Eliram Bantin, Carlos Machado, Milson Coutinho, e vários outros amantes da literatura e da poesia local e mundial, com vários livros já escritos e publicados, brevemente será lançado o Livro Pelas Ruas e Calçadas de autoria do Raiymundo José.

Na área de resgate e baú de imagens temos o Foto Clube de Coelho Neto, que por meio de grandes fotógrafos realizam um trabalho de fotografar vários acontecimentos em torno da cidade para que as futuras gerações possam apreciar. Tudo isso acima citado precisa cada vez mais ser valorizado, resgatado e reconhecido, não só pela população, mas por autoridades locais, a Secretaria Adjunta de Educação e Cultura trabalha a cada dia no resgate deste valores culturas do município, mas quem sabe que existe isso sabe da importância que tem esta cultura e estas pessoas que fazem a cultura de Coelho Neto,basta ter o verdadeiro reconhecimento e a importância real para a nossa vida e as futuras gerações.

E a cidade de Coelho Neto ainda tem muito a ser mostrado, muita cultura e talento que está ai off-line, e que tem um dom de revolucionar a verdadeira cultura, aos poucos o Maestro Adelino atual secretário Adjunto de Cultura, vem buscando meios favoráveis para revigorar e mostra a verdadeira cultura deste município, pois caráter, compromisso e profissionalismo ele carrega em si.

Aqui poderíamos descrever toda cultura do município acima do tema abordado, mas aqui não seria possível escrever tantos talentos incubados, o gestor principal recentemente mudou a cara da entrada e saída da cidade bem como alguns bairros no que se diz respeito a infraestrutura. Apos a falência da fabrica Itapajé e a queda na produção de cana de açúcar, a cidade vive uma decadência jamais vista em sua história. Um alto número de desempregados tem feito os pais de família a se aventurarem em outras regiões do país e o desemprego cresce cada vez mais, estima-se que 70% da população permanecem desempregados, mas com a graça de Deus o quadro ainda será revertido para melhor e manter esta cidade como sempre foi.

Precisamos resgatar os nossos valores culturais, ir atrás , divulgar e ajudar a cultura desta terra querida, não esperamos só por ajuda governamental, isso depende de nossa força de vontade também, Coelho Neto, cresce , e deixar de ser o antigo Curralinho, vamos crescer junto com esta cidade,em busca de melhores dias para que nossos valores sejam vividos e jamais esquecidos.


Curralinho


És ilha cantada nos versos dos seus ancestrais,

É linda menina do meio desses bambuzais,

Teu povo, tem gana e encanta-te por toda parte,

Em versos e prosas te faz um berço de arte.

COELHO NETO, que lindo é teu papel,

Na história do meu Brasil,

Teu povo tem gana e vem da tua cana

o doce dos favos de mel.

Tem Vila, Anil, Bonsucesso e muita ladeira

Vai do Mutirão pro Zudão passa na Pimenteira,

A banda que passa e o Boizinho de Salão que te inflama

A força da fé em Nossa Senhora de Santana.

( Música de Raquel e Adelino)











your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade