banner

quarta-feira, 9 de maio de 2018

author photo


O público alvo do CILCO são alunos da rede municipal de ensino, mas nada impede de que as vagas remanescentes sejam preenchidas pela população. Desde o ano passado, os cursos oferecidos foram totalmente remodelados para atender às exigências do mundo contemporâneo.
A infraestrutura da unidade onde funciona o CILCO também contribui para o sucesso dos cursos entre os populares. Hoje, a unidade consegue oferecer cursos nos três turnos, com “segurança no local”, segundo a prefeitura. Todo espaço da unidade é vigiado por câmeras de monitoramento e sensores de movimento.
“A nova gestão do CILCO investiu ainda em pontos de internet em todas as salas, criação da secretaria, biblioteca e de um completo laboratório de informática para ser usado exclusivamente pelos alunos”, comunica a prefeitura.
Para o prefeito de Cidade Ocidental, Fábio Correa, a preocupação com a qualidade do ensino praticado no CILCO tem como finalidade criar condições para que a população tenha uma educação de alta qualidade.
“Queremos mostrar para todos que o nosso município tem um ensino de línguas de qualidade, o que pode aumentar ainda mais as chances de sucesso da nossa comunidade no mercado de trabalho”, diz Correa.
Hildo do Candango, prefeito de Águas Lindas de Goiás, comentou a medida do governo de Cidade Ocidental e ressaltou que a gestão de Fábio Correa dá o exemplo de que é possível trabalhar para melhorar a qualidade do ensino público de qualquer cidade brasileira.


Notícias de Cidade Ocidental - Centro de Línguas de Cidade Ocidental recebe investimentos da Prefeitura para melhorar qualidade do ensino
Oito salas de aula constituem a unidade do Centro de Línguas de Cidade Ocidental (CILCO). Mantido pela Prefeitura local e coordenado pela Secretaria Municipal de Educação, o centro oferece, de forma gratuita, aulas de inglês e espanhol para cerca de mil alunos. Fundado em 2009, na atual gestão do prefeito Fábio Correa, o curso tem recebido atenção redobrada. Exemplo disso seria o quadro de 13 professores especializados atuando diariamente no CILCO – antes, eram apenas três professores.
“A qualidade do ensino e as instalações do Centro de Línguas foram completamente transformadas desde o início da nova gestão municipal. Sob o comando do diretor André Brito, profissional com mais de 28 anos de experiência como professor, o CILCO ampliou o número de vagas oferecidas à comunidade, que antes não passava de 130 alunos matriculados”, informa a prefeitura.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade