banner

sábado, 30 de junho de 2018

author photo

Homem que já foi mulher dá à luz a um bebê de mulher que já foi homem
Por Eugenio Piedade

Um homem que já foi mulher deu à luz a um bebé da sua parceira, que já foi homem. A história é caricata e parece inacreditável… mas é bem verdade. Fernando Machado é um transgênero que se apaixonou por uma mulher chamada Diane Rodriguez, também ela transgênero. Depois de namorarem durante algum tempo, o casal descobriu que esperava um filho.


Os apaixonados do Equador fizeram história! Fernando e Diane são o primeiro casal transgénero a ter filhos na América do Sul.


O filho apelidado ainda não foi batizado, por escolha do casal. “Ainda não temos nome, vamos esperar um pouco antes de o anunciar”, disse Diane.



“Ser mãe é algo que eu pensava que não me podia acontecer porque sou transexual. Para ser reconhecido mulher, tenho que ser castrado.” Ela também se tornou notícia em 2013, pois foi a primeira candidata transgénero para o Congresso. Infelizmente, Diane viveu vários problemas: para além de ter sido rejeitada pela família e ter vivido nas ruas, ela foi raptada várias vezes.



Apesar de muitos inimigos, o casal também tem muitos apoiantes, que ficaram radiantes com a gravidez. “Nós vivemos como marido e mulher. Conhecendo os nossos direitos, decidimos ter um filho.”

“Eu comecei a chorar de felicidade, eu estava com medo, atordoado ao mesmo tempo. Foi um belo momento. Eu nunca me tinha sentido assim antes. Estou emocionado,” relembra Fernando sobre a sua gravidez. Antes de ter esta identidade, ele se chamava Maria e vivia na Venezuela. Agora, ele conta como conheceu Diane: “Depois de alguns dias batendo papo com ela, peguei um ônibus e fui para o Equador”, comenta. “Depois de três semanas morando juntos, fiquei grávido”.



“Vivemos como homem e mulher. Sou uma mulher trans e Fernando é um homem trans. O processo para chegar até aqui foi complexo, mas sabendo que é nosso direito, decidimos adicionar outro membro à nossa família”, disse Diane.

Fernando se emociona sempre que se lembra do momento em que descobriu a gravidez: “Enviei a foto do teste para a minha mãe. Ela mostrou o resultado a um médico que anunciou: ‘É positivo’” comenta. “Comecei a chorar de felicidade, medo e pavor, tudo de uma vez. Foi o momento mais bonito, nunca me senti assim antes”, completa.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade