banner

quinta-feira, 19 de julho de 2018

author photo


Izalci Lucas: “Serei candidato ao GDF, nem que eu saia sozinho”

O parlamentar disse ter sido pego de surpresa pela decisão da terceira via, a qual optou pelo deputado Rogério Rosso para disputar o GDF

O deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF) se recusa a ser “rebaixado”. Conforme afirmou ao Metrópoles, ele não será pré-candidato a vice-governador na chapa em que era, até hoje, o postulante a governador. Após três dias de reuniões, o grupo intitulado terceira via anunciou, na tarde desta quinta-feira (19/7), ter escolhido Rogério Rosso (PSD) para liderar a corrida ao Palácio do Buriti.

Izalci disse ter sido pego de surpresa com essa resolução. Ele alega que saiu mais cedo do encontro da aliança – formada por seis partidos – nesta tarde para cumprir outro compromisso.
O candidato ao governo chama-se Izalci Lucas. Continuo candidato, e mais do que nunca. Não fui comunicado dessa decisão e, na nossa penúltima reunião, deixei claro – com [o presidenciável Geraldo] Alckmin como testemunha – que eu não aceitaria ser vice ou candidato ao Senado Federal"
Izalci Lucas (PSDB), deputado federal

Izalci mostrou-se indignado com a escolha da terceira via de preteri-lo em favor de Rogério Rosso. “Quero ouvir isso da boca do Rosso. Até o momento em que estava com eles, não tinha nada disso”, afirmou.
Serei candidato ao GDF, nem que eu saia sozinho ou com dois ou três partidos. Meu projeto é para ser governador"
Izalci Lucas, presidente regional do PSDB-DF

E o vice?
Embora Izalci não tenha demonstrado interesse em ocupar a função, a vaga de vice na terceira via fica em aberto para um postulante do PSDB, de acordo com o coordenador da coalizão, senador Cristovam Buarque (PPS). Caso nenhum tucano seja apto ou se apresente, o posto pode ficar com o PRB.

O nome cotado na reunião desta quinta (19/7) é o do pastor Egmar Tavares (PRB), irmão do presidente do partido no Distrito Federal, Wanderley Tavares.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade