banner

domingo, 15 de julho de 2018

author photo

O PRB irá se reunir na terça-feira (17) para discutir o futuro da legenda depois de vazar áudio em que o cantor Frank Aguiar (PRB), faz duras críticas ao governador Wellington Dias (PT). O caminho da legenda deve ser a oposição. Segundo informações de bastidores, há na sigla quem articule a participação do partido em uma chapa encabeça pelo deputado Dr. Pessoa (SD) como o candidato a governador.

A proposta seria unir Solidariedade, PRB e o PSL em uma única chapa. Segundo a informação, Dr. Pessoa assumiria a cabeça da chapa e o empresário Fábio Sérvio (PSL) seria candidato à vice. A primeira vaga de senador ficaria com Frank Aguiar (PRB) e o ex-vereador Antônio José Lira (PSL) assumiria a segunda vaga.

Em entrevista ao CidadeVerde.com, o deputado Dr. Pessoa afirma que mantém a pré-candidatura ao Senado. “Existem muitas conversas. Muito tititi. Mas posso dizer que nenhuma dessas articulações partiram do Dr. Pessoa. São as pessoas que me fazem muitos convites. Mas no momento o que posso dizer é que continuo andando todo o Piauí como pré-candidato a senador. É isso que existe”, declarou.

Segundo informações a proposta de criação da chapa seria defendida por lideranças do PRB. Com dificuldades para conseguir espaço na base governista de Wellington Dias (PT), o partido busca a melhor estratégia para lançar Frank Aguiar como senador.

“O PRB vai pensar nas duas vias. Tanto o que é melhor para o Piauí quanto o que é melhor para o partido. Para o PRB não adianta ser importante apenas para o partido. Uma chapa com o Dr. Pessoa e o Frank é algo que pode ser analisado desde que primeiro venha a ser bom para o povo do Piauí e segundo para o partido. Todas as siglas discutem as estratégias eleitorais”, afirma o suplente de deputado Silas Freire (PRB), que participa das articulações do partido.

A formação da chapa dependeria ainda de acordos em Brasília. Nacionalmente, o Solidariedade tem como pré-candidato à presidente o ex-ministro Aldo Rebelo. Já o PSL, tem Jair Bolsonaro como candidato.
Se um acordo fosse possível, Dr. Pessoa poderia reforçar o palanque do Bolsonaro no Piauí. Segundo informações, lideranças do PSL do Piauí seriam contrárias a essa aliança.

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade