banner

sábado, 25 de agosto de 2018

author photo

O caso aconteceu em Marabá, Município no Pará, mas só agora foi publicado pela rede social do Facebook.
Um homem conhecido como Amarildo Ferreira Cavalcante, de 48 anos, ganhou o direito de receber o Auxílio-doença do INSS por ser corno. Segundo Amarildo, sua mulher já lhe traiu mais de 800 vezes, e sua vida de corno tem lhe feito passar por situação de Humilhação e Constrangimento no Trabalho, e por onde anda é motivo de piada e por isso não consegue sair de casa e nem conviver em sociedade e andar em publico.
A mulher de Amarildo disse que tudo não passa de coisa da cabeça do homem, que o ele bebe muito e no dia seguinte, diz para todo mundo que não se lembra de nada, e por isso as pessoas ficam lhe chamando de corno mas tudo não passa de mentira, de coisas que colocam na cabeça dele, e que é fiel e nunca traiu Amarildo.
O caso tem causado revolta de outras pessoas que tiverem Auxílio-doença negado pelo INSS: "Isso mostra de fato, além de absurdo, mostra que o Brasil não é um pais sério “e nunca vai sair do buraco” acrescentou Cafuringa que teve seu auxilio recusado mesmo estando sem uma perna.
O valor total liberado pelo INSS foi de R$1,431.00 por mês, durante tempo indeterminado.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade