banner

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

author photo

Chuva forte com granizo e vento faz Inmet emitir alerta
Entre as 15h14 desta segunda (17) e as 8h desta terça (18), ventos podem chegar a 60km/h. Apagão atinge 20 mil casas e comércios no DF
Voltou a chover no Distrito Federal e, desta vez, forte em algumas regiões. Moradores do Guará, Águas Claras e Brazlândia registraram queda de granizo, por volta das 15h desta segunda-feira (17/9).
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou aviso de tempestade com grau de perigo potencial das 15h14 desta segunda até as 8h de terça-feira (18). De acordo com o alerta, a previsão é de 20 a 30 ou até 50 milímetros por dia. Os ventos intensos podem chegar a 60km/h.
A Defesa Civil também emitiu alerta de chuvas e ventos fortes. “Não se abrigue debaixo de árvores, cuidado com pontos de alagamento. Em caso de emergência, ligue 193 [telefone dos bombeiros]”, informou o órgão.
“Está muito abafado, muito calor com umidade, provocando a formação dessas tempestades. A tendência é chover em alguns pontos da cidade. A chuva deve continuar e pode ocorrer granizo em outros pontos do Distrito Federal”, explicou a meteorologista do Inmet Maria das Dores Azevedo.
REPRODUÇÃO

Por volta das 14h, o Corpo de Bombeiros registrou um capotamento de carro-forte na subida do Taquari, sentido Colocado. Chovia no momento. A pista entre o Guará e Núcleo Bandeirante ficou interditada nos dois sentidos após a queda de uma árvore.

Na BR-040, rodovia que liga o Distrito Federal a Minas Gerais, houve registro de queda de árvore na altura do Km 40, próximo á Ponte do Pipiripau, sentido Brasília. Um faixa da pista foi interditada.

O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek começou a operar por instrumentos, às 15h11 desta segunda (17). De acordo com a Inframerica – empresa que administra o terminal brasiliense –, a medida foi tomada devido à baixa visibilidade provocada pela chuva.

Às 16h20, o aeroporto voltou a operar no modo visual. O voo 01452, da Gol, que saiu de Congonhas (SP) para Brasília, precisou alterar a rota e pousar em Goiânia (GO) em razão da chuva.

Além disso, segundo a Companhia Energética de Brasília (CEB), 20 mil casas e comércios ficaram sem energia por conta do temporal. Moradores de Águas Claras relataram apagão à reportagem do Metrópoles. Também faltou luz em Ceilândia e Taguatinga. Apesar de coincidir com o horário da chuva, a estatal não confirmou se esse foi o motivo das falhas na rede.
Chuva forte com granizo e vento faz Inmet emitir alerta
Abrir em Tela Cheia





Vinicius Santa Rosa/Metrópoles


Na Asa Norte, a chuva não foi forte Material cedido ao Metrópoles


Em Taguatinga Norte, tempo carregado Material cedido ao Metrópoles

Capotamento na hora da chuva Corpo de Bombeiros/Divulgação


Corpo de Bombeiros/Divulgação

Chuva forte em Águas Claras Material cedido ao Metrópoles

Árvore cai e atinge carro no Núcleo Bandeirante Material cedido do Metrópoles


Queda de árvore na pista de ligação entre o Guará e Núcleo BandeiranteCorpo de Bombeiros/Divulgação

Queda de árvore na pista de ligação entre o Guará e Núcleo BandeiranteCorpo de Bombeiros/Divulgação


Vinicius Santa Rosa/Metrópoles

Vinicius Santa Rosa/Metrópoles

Na Asa Norte, a chuva não foi forte Material cedido ao Metrópoles

Em Taguatinga Norte, tempo carregado Material cedido ao Metrópoles

Capotamento na hora da chuva Corpo de Bombeiros/Divulgação


Vinicius Santa Rosa/Metrópoles

No último sábado (15), o Metrópoles recebeu relatos de chuva no Lago Sul, Riacho Fundo, Guará, em Águas Claras e Candangolândia. As precipitações também foram relatadas em alguns pontos da cidade nos dia 13 e 14 de setembro.

No dia 12, o Inmet registrou a temperatura mais quente do ano: 33,4ºC. A umidade ficou em 13%, um ponto percentual abaixo do índice registrado na terça (11), de 12%. A temperatura mais alta foi computada na estação de Águas Emendadas, na Asa Norte. Já o registro da umidade mais baixa ocorreu na Ponte Alta do Gama.

Com o clima quente e seco, o Corpo de Bombeiros teve trabalho para combater incêndios no Distrito Federal nessa quarta-feira (12). Por volta das 15h, os militares atuavam em pelo menos quatro focos.

Confira os locais que ficaram sem energia nesta segunda (17)

Ceilândia
-QNN’s 18 Conj E, 19 Conj’s O e P e Ímpares de 25 a 39;
– Comerciais EQNN 17/19;
– EQNN 18/20;
– EQNN 19/21;
– EQNN 21/23;
– EQNN 23/25;
– QNO 12(Centro de Ensino);
– QNO’s de 8 a 11, 13,15;
– EQNO’s 9/11;
– 11/13 e EQNO 13/15.

Águas Claras/Taguatinga

– QS 5 Areal, CSE’s de 1 a 7;
– QSE Total, QSF’s de 1 a 16 (QSF 9/11 Hospital Santa Marta);
– SOF de Taguatinga Sul
– CSG’s 3, 5 Total 7, 9 (parcial);
– Universidade Católica de Brasília. QD’s 101, 102, de 201 a 208, Ruas 3, 4, 5, 8, 9 Sul, 3, 4, 5, 7, 8, 9 Norte, Ipê Amarelo, Manacá, Av. Araucárias, SMPW QD 5

Aguarde mais informações
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade