banner

terça-feira, 16 de outubro de 2018

author photo


Bolsonaro chega a 71,2% no Distrito Federal, mostra levantamento do Correio
Section 1
Bolsonaro chega a 71,2% no Distrito Federal, mostra levantamento do Correio
O candidato do PSL é líder desde o primeiro levantamento do Instituto Opinião Política, encomendado pelo jornal. Haddad reagiu no segundo turno e está com 28,8% dos votos válidos
A 12 dias das eleições, Jair Bolsonaro (PSL) mantém a preferência do eleitorado do Distrito Federal. Na contagem dos votos válidos, o capitão reformado do Exército tem 71,2% das intenções de votos e aparece bem à frente de seu adversário, o candidato Fernando Haddad (PT), que registra 28,8%, no segundo turno da disputa presidencial. Os dados são da pesquisa encomendada pelo Correio ao Instituto Opinião Política, que foi a campo entre os dias 12 e 14 de outubro. A divulgação dos resultados ocorre nesta terça-feira (17/10).


O levantamento mostra que o petista está bem distante de alcançar Bolsonaro, considerando-se os eleitores da capital do país. No cenário estimulado, Bolsonaro aparece com 61,7% das intenções de votos e Haddad, 24,9%. Os votos brancos, nulos e contrários aos dois candidatos somam 10,7%. Entre os consultados, 2,7% não souberam avaliar.
A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 14 de outubro, com 1.209 entrevistas, intervalo de confiança de 95% e margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral, como estabelece a legislação, com as seguintes numerações: DF-07787/2018 e BR-06026/18.

Na sondagem espontânea, quando o eleitor é chamado a apresentar seu candidato preferido, sem uma cartela com os nomes dos concorrentes, Bolsonaro registra 59,5% e Haddad, 22,4%. Outros 11,4% dizem que não querem nenhum dos dois ou optarão pelo voto branco ou nulo. O percentual dos que não sabem avaliar é de 6,7%.
Apesar da larga vantagem de Bolsonaro, Haddad também ganhou musculatura no Distrito Federal desde a votação no primeiro turno, ocorrida em sete de outubro. O candidato do PSL teve 58,37% dos votos válidos no DF e seria eleito na primeira rodada pela vontade dos moradores da capital do país. O petista obteve 11,87% dos votos e ficou em terceiro lugar, atrás de Ciro Gomes (PTB), com 16,6%.

Cenário

A campanha e os embates estão fervendo nas redes sociais, em conversas entre amigos e familiares e nas ruas, mas a pesquisa do Instituto Opinião Política mostra que o cenário favorável a Bolsonaro dificilmente se reverterá até 28 de outubro.
Considerando-se o resultado da pesquisa, 88,8% dos eleitores dizem que estão decididos e não mudarão mais os votos. Entre os que votam em Bolsonaro, o percentual chega a 94,1%. No eleitorado de Haddad, o índice de sedimentação do voto atinge 89,4%. Apenas 10,3% dos consultados disseram que ainda podem rever a posição para o segundo turno e 0,9% não souberam avaliar. Esse percentual não é suficiente para uma virada.
No Distrito Federal, Bolsonaro liderou todas as pesquisas desde o início da campanha eleitoral, em agosto. Na ocasião, ele aparecia com 27,1% e vencia a disputa mesmo tendo Luiz Inácio Lula da Silva, o grande mentor de Haddad, como adversário. O ex-presidente tinha 19,8% das intenções de votos.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade