banner

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

author photo

Por Josiel Ferreira
O afastamento político entre o deputado Agaciel Maia (PR-DF) e o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) pode explicar a exoneração de uma pessoa de sua confiança que estava lotada na Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus). A indicação da pasta é do PR de Agaciel Maia, que esteve à frente da oposição e líder de governo na Câmara Legislativa para aprovação do Fundo de Previdência do Servidor Local – Iprev.

A decisão de dispensa partiu do subsecretário de eventos da Sejus – Gilter Bola, fiel escudeiro do chefe do executivo. Escolhido a dedo pelo chefe, Gilter tem coagido e perseguido os comissionados. Segundo fonte, ele criou um grupo no WhatsApp – obrigando a todos seguirem as regras e o voto ao patrão.
A decisão de Rollemberg irritou o deputado Agaciel Maia que está em viagem.
Pelo visto, o desespero bate à porta do governador. Ao cair, finalmente, a ficha, já é tarde.
O chefe do executivo vem tendo pesadelos, além da alta rejeição a seu governo e a seu desempenho, precisa mostrar força para enfrentar seus adversários, especialmente, o então líder nas pesquisas Ibaneis Rocha (MDB), que saiu do 2% e se isolou com 75% dos votos válidos no DF, no segundo turno.
“O playboy do asfalto”, conforme apelidado pelo candidato Ibaneis Rocha, termina seu mandado isolado politicamente. Resta ao governador juntar os cacos e pedir a aposentadoria.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade