banner

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

author photo

Presidente eleito enfatizou seu compromisso com “os valores da família cristã”

por Jarbas Aragão
Silas Malafaia e Jair Bolsonaro em culto da AD Vitória em Cristo. (Foto: Reprodução / Youtube)
O presidente eleito Jair Bolsonaroparticipou do culto na igreja Vitória em Cristo, na noite desta terça-feira (30). Ele subiu ao púlpito acompanhado do pastor Silas Malafaia, líder da igreja e um de seus mais firmes defensores nos últimos meses.

Além de agradecer pela eleição, deu uma palavra breve aos presentes, onde afirmou saber de suas limitações, mas acreditar que “Deus capacita os escolhidos”.“Primeiro, quero agradecer a Deus por estar vivo. Pelas mãos de profissionais da saúde… Deus operou um milagre. Depois, quero agradecer também a Deus por esta missão, porque o Brasil está numa situação um tanto quanto complicada, com crise ética, moral e econômica”, afirmou.

“Quero agradecer a este povo de Deus pela confiança depositada em meu nome. E que os senhores e as senhoras podem esperar de mim uma pessoa comprometida com os valores da família cristã”, disse. Revelou que tomou a decisão de se candidatar à presidência na época de seu casamento, em 2013, cujo celebrante foi o próprio Malafaia.

Bolsonaro lembrou que seu slogan de campanha, “conhecereis a verdade e a liberdade vos libertará”, de João 8:32, veio da Bíblia, segundo a ele “a caixa de ferramentas” para consertar o ser humano.

Bastante aplaudido, ele mostrou sua emoção e pediu que as pessoas que oraram pela vida dele agora peçam a Deus para que ele consiga montar uma boa equipe de governo, que tenha “coragem” para tomar as melhores decisões para o país.

Malafaia mandou um recado à imprensa: “O Estado é laico, mas não é laicista”. Ressaltou ainda que os problemas do país não serão resolvidos em poucos meses. O pastor também enfatizou que o próximo presidente irá “mudar a história do Nordeste” ao utilizar a tecnologia israelense.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade