banner

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

author photo


Por Germano Guedes 
Jornalista Editor Chefe do Portal A Politica e o Poder 

Moradores da Estrutural ainda não acreditam  em candidaturas regionais dos seus representantes para a CLDF. 
Dede de 1998, vários moradores e líderes comunitários se lançaram como candidatos para representar na CLDF, porém ninguém  obteve sucesso nas urnas. 
Já disputaram eleições pela cidade, Marlene Mendes, líder e fundadora da cidade, Joaquim Batista, Ismael de Oliveira, na época  pelo PCdoB, sendo o mais votado da história da cidade, Zé Maria (PP), o segundo homem mais votado da da Estrutural.
Outros que tentaram a sorte em época diferentes sem muito sucesso, foi Renato Ximenes (PV), Joacir Pereira (PR),  Solange Almeida (PR), Zilda Catadora (PTC), João Neto, conhecido por Lobo (Em memória), e o Irmão Silva. 
Nesta ano de 2018, a redução caiu para quatro candidaturas, Niacnor Ferreira, (PR), candidatou  ao cargo de Deputado Distrital, obteve 863 votos totalizados (0,06% dos votos válidos), sendo o mais votado de 2018, pela cidade. 

Cantor e compositor Gospel Wander Maciel (PT), concorreu ao cargo de Deputado Distrital obteve 419 votos totalizados (0,03% dos votos válidos.

Candidato desconhecido dos moradores de Estrutural, Daniel Gino (PP), outro estrante obteve 394 votos totalizados (0,03% dos votos válidos, mostrado que mesmo sem muita participação destro da cidade teve uma votação considerada.

Jaqueline Chagas de Oliveira, conhecida como  Kellynha da Estrutural, arriscou enfrentar as urnas pelo PSDB, de Rodrigo Abreu, líder comunitário da Estrutural, Kellynha obteve 178 votos totalizados (0,01% dos votos válidos.

Os quatro candidatos, Nicanor (PR), Wander Maciel (PT), Daniel Gino (PP), e Kelynha da Estrutural (PSDB), foram todos estreantes na politica de Brasilia, totalizando ao todo 1.854 votos validos para os candidatos da cidade. 


 

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade