banner

terça-feira, 30 de outubro de 2018

author photo

Presidente afirmou que está em uma “missão de Deus” e começou discurso da vitória com versículo bíblico.

Por Jarbas AragãoOração de Magno Malta por Jair Bolsonaro. (Foto: Reprodução / Youtube)

Logo após o Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) anunciar que seria o novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL) fez uma transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Mantendo o estilo consagrado ao longo da campanha, gravou de sua casa, ladeado pela esposa Michele e uma intérprete para a Língua Brasileira de Sinais. Em pouco mais de quatro minutos ele falou sobre fé em Deus e o sentimento de estar cumprindo uma “missão”.

Pouco tempo depois, em rede nacional de televisão, fez uma oração com o senador Magno Malta, que é cotado para ser seu ministro. O político agradeceu a Deus pela vitória, lembrando que durante todo o processo buscou-se uma dependência do Senhor. Chamando Bolsonaro de “cristão verdadeiro, cheio de fé, de coragem e de esperança”.

Malta enfatizou que eles iriam “lutar pelas famílias e pelas crianças do Brasil” e disse que sendo o país “majoritariamente cristão”, a fé fez parte de todo o processo eleitoral.

Em seguida, o presidente eleito abriu seu discurso de agradecimento citando o que designou como seu slogan de campanha, baseado em João 8:32: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Afirmou ainda que nunca se sentiu sozinho: “Sempre senti a força de Deus”.

Agradecendo as orações feitas em seu favor, disse que fez um juramento a Deus, comprometendo-se em fazer de seu governo “um defensor da Constituição e da democracia”.

O eixo de sua fala foi a ênfase nos tópicos “verdade” e “liberdade”. “Temos o compromisso de fazer um governo decente, comprometido com o nosso povo”, assegurou, destacando que seu governo “será formado com o proposito de transformar esta nação”.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=fjnz2VeIG7Y
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade