banner

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

author photo

Rollemberg e Ibaneis visitam a mesma feira em Taguatinga e trocam acusações
Ao visitar a Feira do Bicalho, em horários diferentes, os candidatos trocaram acusações. O governador disse que o adversário faz promessas impossíveis, enquanto Ibaneis rebateu dizendo que Rollemberg usa falta de orçamento como desculpa

Rodrigo Rollemberg (PSB) visitou a Feira do Bicalho na manhã deste domingo (14/10) em sua agenda de campanha. O compromisso foi marcado para às 8h, três horas antes de Ibaneis Rocha (MDB), seu adversário, visitar o mesmo local. Apesar de a equipe do atual governador ter afirmado não saber da coincidência, o candidato à reeleição aproveitou para criticar seu concorrente.
"Sei que o Ibaneis não vai conseguir cumprir o que está prometendo. As promessas que ele fez custariam R$ 16 bilhões só para servidores públicos. É claro que ele não vai ter condições de cumprir isso. E ele está fazendo isso para esconder seus aliados, como Tadeu Filippelli, Junior Bruneli e Benício Tavares."
Além de citar seu opositor, Rollemberg também fez compromissos com o eleitor que trabalhava ou visitava a feira. Segundo ele, as propostas são compatíveis com o orçamento do GDF e melhorariam o transporte, a segurança e saúde dos moradores de Taguatinga.
"Nós vamos fazer um túnel no Centro de Taguatinga que já está licitado, a transformação da iluminação toda em LED e fazer o BRT passando pela Avenida Hélio Prates. Isso, além de trazer o modelo do Instituto Hospital de Base para o Hospital de Taguatinga", completou.
Ibaneis aproveitou a visita para lembrar que já morou em Taguatinga(foto: Joel Rodrigues/Assessoria Ibaneis)

Ibaneis atrasou a agenda, prevista para 9h, e chegou às 11h à Feira do Bicalho, também prometendo melhorias de acesso nas vias de Taguatinga por meio de um túnel. "O túnel será a continuação da EPTG, e precisa ser feito. É uma obra de grande importância para a cidade como um todo, não só para a cidade. O trânsito é terrível para quem vem de Ceilândia e Samambaia."
Outra semelhança foi o ataque ao adversário. Enquanto Rollemberg acusou Ibaneis de fazer propostas inviáveis, o emedebista prometeu não usar o orçamento público como desculpa para não concretizar promessas de campanha.
"Ele fica o tempo todo falando de passado e eu quero falar de futuro. Nós vamos fazer o DF voltar a crescer, aumentar a arrecadação para fazer tudo. Se eu for eleito e receber um orçamento deficitário, vou trabalhar para mudar isso reduzindo cargos e despesas. A verdade é que quem casa com a viúva leva os filhos, não estou esperando um governo sem problemas, mas vou dar solução a eles."

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade