banner

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

author photo

Cinco policiais militares são presos por exigir vantagem indevida e cárcere privado
Cinco policiais militares suspeitos de exigir vantagem indevida e de manter criminosos em cárcere privado foram presos nesta segunda-feira (26/11). O cumprimento dos mandados ocorreu durante a terceira fase da Operação Torre de Babel, deflagrada pela Coordenação Especial de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado, aos Crimes contra a Administração Pública e aos Crimes contra a Ordem Tributária (Cecor) da Polícia Civil do DF e pela Promotoria de Justiça Militar do Distrito Federal do Ministério Público do DF.

O objetivo da operação é desarticular uma organização criminosa interestadual que atua no tráfico de drogas e no furto e desvio de cargas. Essa fase da Operação Torre de Babel foi chamada de Dolus Malus, que quer dizer fraude em latim. O nome faz menção aos artifícios usados pelos policiais militares suspeitos. A operação foi realizada com o apoio da Corregedoria da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

Segundo as investigações, os PM’s agiram durante o transporte de grande quantidade de drogas ao Distrito Federal. Os crimes teriam sido cometidos contra um dos traficantes. Nas casas de três dos policiais militares investigados foram localizadas quatro armas de fogo ilegais, entre pistolas e revólver; porções da droga crack e balança de precisão; e cerca de 50 munições calibre 556, utilizadas em armamento pesado. Os acusados foram presos em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e de posse ou porte ilegal de armas e munições

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade