banner

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

author photo

Com presença de Ibaneis, advogados votam para a presidência da OAB-DF no Centro de Convenções
ALEXANDRE DE PAULAEntre faixas, bandeiras, placas e cabos eleitorais das quatro chapas concorrentes, advogados movimentam, nesta quinta-feira (29/11), o Centro de Convenções Ulysses Guimarães para a escolha do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no DF (OAB-DF) pelo próximo biênio. O governador eleito Ibaneis Rocha (MDB), ex-presidente da Ordem, chegou por volta das 13h ao local para votar e permaneceu pedindo apoio para o candidato Jacques Veloso por mais de 1 hora.
Quatro grupos disputam o comando da OAB-DF. A chapa “Quem sabe faz a Ordem”, liderada pelo atual secretário-geral Jacques Veloso; a “Independência na Ordem”, presidida por Délio Lins e Silva Junior; a “Somos Todos OAB”, encabeçada por Max Telesca; e a “Ordem Democrática”, liderada por Renata Amaral.
O clima até o início da tarde era tranquilo. Apesar da empolgação de cabos eleitorais, que, lado a lado, abordavam os advogados para pedir voto, não houve registro de confusões. Contudo, o clima esquentou por volta das 15h, momento em que apoiadores de Jacques Veloso e Délio Lins começaram a se provocar aos gritos. O confronto aumentou quando Ibaneis foi entrevistado por uma equipe de televisão. “Independência”, gritavam apoiadores de Délio. O governador eleito ignorou a provocações e manteve a fala.
O atual presidente da OAB-DF, Juliano Costa Couto, celebrou a tranquilidade, em geral, da votação e a participação de eleitores. “Estou orgulhoso da logística que conseguimos preparar. Tudo está tranquilo e com boa presença dos advogados, como o esperado”, avaliou.
Eleitor ilustre
Entre cumprimentos e pedidos de fotografia, Ibaneis Rocha conversou com aliados, pediu apoio para Jacques Veloso e frisou o clima democrático da eleição. Ibaneis destacou que, independente do resultado, o governo trabalhará junto à OAB-DF. “Teremos uma boa relação seja qual for o vencedor, desde que a intenção seja a ajudar a cidade.”
O governador eleito comentou também a escolha do futuro secretário de Saúde, o farmacêutico Osnei Okumoto. “É alguém que tem a confiança tanto do atual ministro quanto do que virá e isso é muito importante para a cidade”, afirmou.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade