banner

sábado, 10 de novembro de 2018

author photo

Distritais eleitos impõem critérios para apoio a candidaturas à Presidência da CLDF
PEDRO GRIGORI
A pouco menos de dois meses para a posse dos novos integrantes da Câmara Legislativa, os parlamentares eleitos começam a se organizar para garantir força e voz dentro do plenário. Nesta quinta-feira (7/11), Julia Lucy (Novo) e Leandro Grass (Rede), que serão deputados distritais pela primeira vez, lançaram uma carta-manifesto aos futuros colegas. O texto apresenta compromissos que os concorrentes à Presidência do Legislativo terão de cumprir para conseguir o apoio da dupla.
A carta foi enviada aos demais distritais. O objetivo de Julia e Leandro é garantir mais assinaturas e, assim, formar um grupo dentro da CLDF. O principal ponto do compromisso se trata da garantia de uma Câmara Legislativa mais barata. Caso os candidatos à Presidência não concordem com os itens, o futuro grupo formado pelos distritais do Partido Novo e da Rede Sustentabilidade irá lançar candidatura própria a chefia da Câmara.
“Se a gente não vislumbrar uma candidatura segura a partir desses termos (descritos na carta), para evitar cooptação do Legislativo pelo Executivo, estudamos lançar uma candidatura própria”, explica Julia. Entre os critérios, está a redução de gastos da CLDF por meio de ações como a diminuição do orçamento disponível à publicidade institucional e a revisão dos custos referentes aos serviços de informática.
Julia Lucy destaca que os compromissos levantados na carta não foram “inventados” pela dupla. “Todos esses pontos estão assentados na Constituição Federal, na Lei Orgânica ou no regimento interno da Câmara. Eles já deveriam ser estritamente respeitados, mas não é o que observamos no DF, onde os mesmos grupos eleitos usam a Câmara como se fosse uma extensão do seu reinado”, diz.
Para Leandro Grass, os objetivos garantem o pleno funcionamento da atuação do Legislativo local. “Geralmente, primeiro se formam os grupos políticos na Câmara e depois se discute o futuro. Nosso objetivo é o contrário. Queremos criar um grupo a partir do futuro que a gente quer”, explica.
Julia e Leandro fazem parte dos seis distritais que terão posicionamento independente em relação ao governador Ibaneis Rocha (MDB). Mas, segundo os futuros parlamentares, o futuro grupo está aberto a receber integrantes da base do governo e da oposição, contanto que eles aceitem os termos da carta.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade