banner

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

author photo


O atual governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), é o quarto governador do estado preso e o primeiro detido durante o exercício do cargo. Antes dele, foram presos Sérgio Cabral, Rosinha e Anthony Garotinho.

Pezão foi preso na manhã desta quinta (29), no âmbito da Operação Boca de Lobo da Polícia Federal. O emedebista é acusado de ter recebido mesada de R$150 mil, entre 2007 e 2015, a titulo de propina, quando era vice-governador de Sérgio Cabral. Ao todo, Pezão teria recebido R$ 25 milhões.

A operação foi baseada na delação do ex-operador financeiro de propina de Cabral, Carlos Miranda. A ordem de prisão preventiva de Pezão foi expedida pelo ministro Felix Fischer, Superior Tribunal de Justiça (STJ), que determinou a detenção de outras oito pessoas investigadas no âmbito da operação.

Outro governador que foi preso durante o exercício do cargo foi José Roberto Arruda (PR), ex-chefe do Executivo do Distrito Federal. Arruda foi preso preventivamente em 2010 sob acusação de ter participado do esquema de propina na obra do estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Governadores do Rio de Janeiro que já foram presos:

– Luiz Fernando Pezão: preso durante exercício do cargo, em 29 de novembro de 2018, em investigações da Lava Jato;
– Sérgio Cabral: preso em 17 de novembro de 2016 e condenado pela primeira vez em junho de 2017, no âmbito da Lava Jato;
– Rosinha Garotinho: presa preventivamente, ao lado do marido Anthony, em novembro de 2016, sob a acusação de ter cometido crimes eleitorais. Foi solta no mesmo mês;
– Anthony Garotinho: preso preventivamente em novembro de 2016, sob a acusação de ter cometido crimes eleitorais e solto no mesmo mês. Voltou a ser preso em setembro e novembro de 2017. (Com informações da FolhaPress)

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade